Aeroflot vai fazer um upgrade e voar para Cuba com A350-900

A estatal russa Aeroflot planeja dar um upgrade na ligação entre Moscou e Havana e substituir o atual Airbus A330-200 pelo moderno A350-900. A mudança acontece a partir de setembro de 2020, e Havana passaria a ser a quinta rota da empresa a ser servida pelo jato, depois de NY, Pequim, Seul e Miami.

Ao todo, são 14 A350-900 encomendados junto à Airbus e mais 14 opções de compra, totalizando 28 unidades com entrega entre 2020 e 2023. Elas vêm, inicialmente, para substituir, justamente, os Airbus A330-200 e depois para aumentar a frota da companhia, que espera chegar a novos mercados.

A atual frota da empresa é composta por 252 aviões, sendo 49 SSJ100, 79 A320s, 36 A321s, 22A330s, 47 B737s e 19 B777s.

Há alguns dias fizemos uma matéria super especial sobre os A350 da Aeroflot, vale a pena dar uma olhada. Clique no link abaixo para tal.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.