Início Aeroportos Aeroporto de Guarulhos teve movimento de 2,2 milhões de passageiros em setembro

Aeroporto de Guarulhos teve movimento de 2,2 milhões de passageiros em setembro

Aeroporto de Guarulhos – Imagem: Google Earth

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, anuncia hoje (20) que contabilizou em setembro deste ano a movimentação de aproximadamente 2,2 milhões de passageiros.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, bastante afetado pela Covid, houve um crescimento de 60,4% nas movimentações, no entanto, se comparado com 2019, ano pré-pandemia, ainda há um recuo de 33,8% (retomada de 66,2%).

Voos nacionais

Em rotas domésticas, o mês de setembro registrou cerca de 1,87 milhão de passageiros com origens ou destinos nacionais, em uma média diária de 478 pousos e decolagens.

O resultado dessa movimentação de passageiros apresenta um crescimento de 49,1% quando comparado com o mesmo mês de 2020, quando foram atendidos 1,25 milhão de passageiros com destinos nacionais. Na comparação com o mesmo período de 2019, houve uma retomada de 78,3% do volume de voos nacionais.

Por conta dos fechamentos de algumas fronteiras causadas pela pandemia, o tráfego doméstico ainda continua sendo o mais representativo, representando cerca de 85,2% do total de passageiros processados em Guarulhos.

Voos internacionais

O tráfego internacional representou 14,8% do volume total de passageiros atendidos no aeroporto em setembro, registrando cerca de 10.800 viajantes por dia.

Comparando com o mesmo período de 2020, apresenta um crescimento de 186,4%, quando foram transportados cerca de 3.700 passageiros por dia. Por outro lado, na mesma base de comparação de 2019, a queda é de 72,7% (retomada de 27,3%), quando a média diária era de 39.600 passageiros nas rotas internacionais.

Atualmente, o Aeroporto conta com 28 empresas nacionais e internacionais operando regularmente para 28 destinos internacionais, representando uma retomada de 56% quando comparado com os 50 destinos frequentemente operados antes da pandemia.

A concessionária GRU Airport lista os seguintes destinos com voos internacionais regulares: Addis Ababa (Etiópia), Amsterdã (Holanda), Assunção (Paraguai), Atlanta (EUA), Bogotá (Colômbia), Buenos Aires (Argentina), Chicago (EUA), Cidade do México, Cancun (México), Cidade do Panamá, Dallas (EUA), Doha (Catar), Dubai (Emirados Árabes), Frankfurt (Alemanha), Houston (EUA), Istambul (Turquia), Lisboa (Portugal), Madrid (Espanha), Miami (EUA), Montevidéu (Uruguai), Newark (EUA), Nova York (EUA), Paris (França), Porto (Portugal), Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), Santiago (Chile), Zurique (Suíça) e Toronto (Canadá).

Cargas

O Terminal de Cargas (TECA) do Aeroporto Internacional de São Paulo movimentou em setembro deste ano cerca de 27,5 mil toneladas internacionais transportadas, sendo 13.998 toneladas para importação e 13.528 destinadas a exportação.

Esse volume representa crescimento de 63% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Para o mesmo período de 2019, há também um crescimento de 13%.

A plataforma ComexStat, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, que contabiliza toda a movimentação de cargas no país, aponta que o Terminal de Cargas de GRU foi responsável por 40% do volume total de carga importada via aérea no Brasil, além de ter exportado 66% das cargas aéreas que partiram do país para abastecer as demais regiões do mundo.

No acumulado do ano, o TECA continua sendo a principal porta de entrada para cargas no Brasil, fechando o mês com 41% do Market Share do segmento, um crescimento de 5 pontos percentuais quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Informações da GRU Airport