Aeroporto de São Borja (RS) passará por obras de R$4,9 milhões

IMAGEM: Divulgação Infraero

O aeroporto da cidade de São Borja, no Rio Grande do Sul, terá R$ 4,9 milhões disponíveis para realizar o recapeamento da pista de pouso e decolagem. Parceria do Ministério da Infraestrutura com a prefeitura municipal prevê os recursos das obras 100% federais, vindos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC). A elaboração dos projetos, contratada junto à Infraero, ficará sob responsabilidade do município.

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) entregou nesta segunda-feira (18) a autorização para a prefeitura de São Borja iniciar o processo licitatório. Após a publicação do edital, começa o prazo para avaliação das empresas e apresentação das propostas. Com a homologação da licitação, a prefeitura assina o contrato com a vencedora do certame e dá a ordem de serviço para o início das obras.

Participaram pela SAC o secretário nacional substituto de Aviação Civil, Carlos Prado; a coordenadora-geral do Departamento de Investimentos, Juliana Nunes; e o coordenador-geral de Projetos Aeroportuários, Márcio Maffili; além do prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, e do senador Luís Carlos Heinze (PP-RS).

Projeto

As obras preveem o recapeamento da pista de pouso e decolagem e da taxiway, assim como sinalização horizontal. Quanto ao recapeamento, serão executados remendos profundos pontuais no pavimento da pista e taxiway, reforço da faixa central da pista e recapeamento integral.

Com as melhorias, o sistema de pistas será entregue adequado à operação de aeronaves ATR 72 (código 3C), com manutenção da dimensão final da pista de pouso e decolagem em 1.500 x 30 m. O prazo previsto das obras é de seis meses.

A segunda etapa dos serviços inclui a cerca operacional, para a qual o município já iniciou o processo de desapropriação. Quando concluída a desapropriação, a cargo do município, assim como a nova cerca, com avanço dos limites patrimoniais do aeroporto, ele estará preparado para operação instrumentada.

Informações da Assessoria Especial de Comunicação do Ministério da Infraestrutura

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias