Aeroporto de Navegantes ganhará nova pista conforme a demanda, diz MInfra

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Aeroporto de Navegantes – Imagem: Google Maps / FlightRadar24

O secretário Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, esclareceu, durante audiência pública da Comissão de Infraestrutura do Senado, questionamentos sobre o edital de concessão do Aeroporto Internacional de Navegantes/SC. Parlamentares e lideranças empresariais do estado reivindicam a construção de mais uma pista como obrigação contratual do futuro concessionário.

O Aeroporto de Navegantes é um dos ativos da 6ª Rodada de Concessões Aeroportuárias – Bloco Sul, que irá a leilão nesta quarta-feira (7), na Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

Glanzmann afirmou aos senadores que não há qualquer impedimento para a construção de uma nova pista, o que poderá ser feito a depender de demanda futura, tanto de passageiros como de carga. Os estudos de viabilidade que embasaram o edital de concessão não identificaram demanda que justifique, neste momento, mais uma pista no aeroporto, que atende o Vale do Itajaí.

“É importante esclarecer que a nova pista poderá, sim, ser construída. Sua obrigatoriedade não consta no projeto de concessão, pois os estudos técnicos de viabilidade não identificaram demandas urgentes de movimentação de carga na região. Mas, caso haja demandas futuras de mercado, o concessionário poderá realizar a obra com todos os incentivos disponíveis”, declarou o secretário.

Glanzmann acrescentou que o assunto foi tema de revisão, a pedido do TCU, onde não foram encontrados equívocos, ou incoerências nos resultados dos estudos, cuja metodologia foi a mesma usada para os demais aeroportos que compõem os três blocos da 6ª rodada. Segundo o secretário, atualmente, 80% da carga movimentada na região são oriundos de modais rodoviário e portuário. “A concessão do aeroporto vai levar desenvolvimento econômico para a região”, destacou.

Informações do Ministério da Infraestrutura.

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias