Aeroporto vira estacionamento de caminhões após bloqueios devido à Covid-19

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Sabemos que aeroportos tiveram que se reinventar durante a Pandemia, transformando suas pistas de pouso em pátios de aeronaves, mas um deles no Reino Unido literalmente se transformou ao receber milhares de caminhões.

O motivo para uma pista de pouso virar um estacionamento de caminhões à beira da estrada é simples, mas muito sério: a nova mutação do Coronavírus, que tem se propagado na Inglaterra, levou os países da Europa a fecharem as portas para os britânicos.

Além da Covid-19, a decisão é ainda inflamada pelo Brexit, a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia, contra a vontade do bloco. Esta “inflamação” levou à proibição não apenas dos passageiros, mas de mercadorias, impedindo os caminhoneiros de atravessarem o canal da mancha, seja de trem ou de barco.

Isto criou uma fila imensa no porto de Dover e na cidade de Folkestone, entrada do Eurotúnel que liga a ilha ao continente. E para evitar um congestionamento em massa bem próximo do Natal, o governo britânico acionou um plano de contingência.

Neste plano os caminhoneiros ficam parados em filas no acostamento e na faixa da esquerda, deixando as duas faixas mais centrais das rodovias abertas para os carros.

Mas isto não seria o suficiente para a quantidade de caminhões, e o Aeroporto de Manston com sua pista de 2.748 metros foi alocado como estacionamento. Ao norte de Dover, o local foi uma importante base aérea na Segunda Guerra e hoje é um aeroporto secundário, utilizado para treinamento e ponto de apoio no Canal da Mancha.

Apesar da incomum, não é a primeira vez que isso ocorre. Em outras crises geopolíticas em que a fronteira ficou fechada, ele também foi acionado como contingência para os caminhoneiros. Mas, desta vez, bateu o recorde com 3.800 caminhões, restando espaço para apenas mais 200, segundo o jornal Kent Online.

A fronteira já foi reaberta parcialmente, mas os caminhões podem passar apenas se os seus motoristas testarem negativo para o Coronavírus, o que ainda atrasa a travessia.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Piloto preso após postar vídeos íntimos de comissária de voo é...

0
Um ex-piloto da United Airlines, que cumpriu pena em uma prisão federal americana, por postar fotos e vídeos íntimos de uma comissária