Air Arabia planeja compra de 100 aeronaves; Embraer pode estar na mira

Imagem: Divulgação / Air Arabia.

A Air Arabia pretende encomendar 100 aviões narrowbody (de corredor único) no valor de US$ 11 bilhões de dólares antes do final de 2018. A companhia de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, ainda não chegou a uma decisão, mas a quantia é “provavelmente o número certo”, disse o presidente-executivo, Adel Ali, em uma entrevista na segunda-feira, perto de Nova Deli.




A Air Arabia atualmente opera uma frota de 50 aviões Airbus A320 e, segundo apurou a Bloomberg, está avaliando a versão Neo atualizada, enquanto também considera o rival 737 Max, da Boeing, e o C-Series, da Bombardier. A operadora se move para renovar sua frota depois que o lucro anual saltou 29% em 2017, para um recorde de 631 milhões de dirhams (US$ 171 milhões de dólares).

Mas a Embraer também pode estar no páreo, já que segundo entrevista de Adel Ali ao The National em agosto de 2017, “quando olhamos para as novas ordens de avião, estamos olhando para a Airbus, mas também para Boeing e Embraer. É um trabalho em andamento. A indústria está mudando, a nova tecnologia está chegando e, no momento certo, vamos colocar um pedido”.

 
Com informações do The National e da Bloomberg.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.