Air Belgium fará voo especial para o Brasil com o Airbus A340 mascarado

A companhia aérea belga Air Belgium está prestes a fazer sua estréia na América Latina, e num voo para o Brasil com o lendário Airbus A340!

Airbus A340-300 da Air Belgium
Airbus A340-300 da Air Belgium possui uma máscara

Em um voo fretado, o Airbus A340-300 mascarado da Air Belgium irá decolar no dia 25 de outubro de Bruxelas, na Bélgica, para Paris, na França. Logo depois, na madrugada do dia 26 o avião decola para o Brasil.

O destino será o Rio de Janeiro, onde o quadrimotor mascarado pousa às 15h20 no horário local. O avião parte no dia seguinte às 09h00 para Lima, no Peru, onde pousa às 17h30. O número do voo em todas as etapas será KF2019.

O Airbus A340-300 da Air Belgium está configurado para levar 257 passageiros em duas opções de configuração: 13 assentos na Classe Premium, 32 na Executiva e 212 na Econômica; ou 45 na Executiva e 212 na Econômica.

Configuração interna do Airbus A340 da Air Belgium
Segunda opção de configuração interna do Airbus A340 da Air Belgium

O voo pelo Brasil é parte do “World Tour – Air Cruise 2019” da agência de viagens francesa Safrans Du Monde. Esta viagem de três semanas leva passageiros de Paris até Paris em pelo menos doze voos ao redor do mundo.

O preço por pessoa varia de € 24.500 (Espace Safrans) a € 34.500 (Club Safrans) e € 53.000 (Primeira Classe).

World Tour - Air Cruise 2019 Safrans Du Monde

O retorno da antiga Air Belgium

A Air Belgium foi uma aérea belga que operou nos anos 80 até o final dos anos 90 na Europa. Era mais uma das leisure airlines, ou aéreas focadas no público de turismo e pacote de viagens para o mediterrâneo, além de outros destinos populares para o turista europeu.

A companhia foi comprada em 1998 pela Airtours e posteriormente incorporada à Thomas Cook. Em 2018 foi anunciado o seu retorno através de investidores de Hong Kong.

A proposta era operar voos low-costs para a China, além de fretamentos. Na primeira fase ela voaria apenas para a China, na segunda expandiria pela Ásia e na terceira para as Américas.

Porém o negócio não deu certo. Devido à baixa demanda da Bélgica para a China, nunca passou da primeira fase. Desde então a companhia se reestrutura e foca exclusivamente em fretamentos.

Ainda não está claro qual o motivo do voo fretado, mas informaremos aqui no site qualquer novo detalhe.

Colaborou Edilson Carlos

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.