Air Canada mostra como alterou seus Boeings 777 de passageiros para levar cargas

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

A Air Canada anunciou neste sábado, 11 de abril, que está reconfigurando as cabines de três de suas aeronaves Boeing 777-300ER para fornecer capacidade de carga adicional.

Boeing 777-300ER da Air Canada

A companhia aérea informa que a primeira conversão de aeronave foi concluída e agora está em serviço, com a segunda e a terceira aeronaves a serem concluídas em breve.

“Trazer rapidamente suprimentos médicos e outros materiais vitais críticos para o Canadá e ajudar a distribuí-los por todo o país é essencial para combater a crise da COVID-19. A transformação dos Boeings 777-300ER, nossa maior aeronave internacional widebody (de corpo largo, ou seja, com dois corredores entre poltronas), dobra a capacidade de cada voo e permitirá que mais mercadorias se movam rapidamente”, disse Tim Strauss, vice-presidente de carga da Air Canada.

O vice-presidente sênior de operações da companhia, Richard Steer, afirmou que a equipe de engenharia da Air Canada trabalhou 24 horas para supervisionar o trabalho de conversão, e contou com o Transport Canada (órgão de regulamentação da aviação canadense) para garantir que todo o trabalho fosse certificado à medida que as tarefas eram concluídas.

As próximas duas aeronaves estão a caminho de serem concluídas e entrarão em operação nos próximos dias, segundo Richard.

Air Canada 777-300ER Interior Assentos Econômica
Interior padrão da classe econômica do 777-300ER – Imagem: Air Canada

Air Canada 777-300ER Convertido Carga
Interior convertido para cargueiro no 777-300ER – Imagem: Air Canada

As três aeronaves Boeing 777-300ER estão sendo convertidas pela Avianor, especialista em manutenção de aeronaves e integração de cabine, nas instalações de Montreal – Mirabel.

A Avianor desenvolveu uma solução de engenharia específica para remover os 422 assentos de passageiros e designar zonas de carga com redes de contenção para caixas leves contendo equipamentos médicos. Essa modificação foi desenvolvida, produzida e implementada em seis dias. Todas as operações foram certificadas e aprovadas pelo Transport Canada.

Air Canada 777-300ER Convertido Carga
Rede de contenção de carga – Imagem: Air Canada

Air Canada 777-300ER Convertido Carga
Aviso sobre limitações de pesos permitidos – Imagem: Air Canada

Por meio de sua divisão de carga, a Air Canada agora usa aeronaves de passageiros que, de outra forma, estariam estacionadas, para operar voos somente com carga. Os grandes jatos transportam remessas com tempo limitado de entrega, incluindo suprimentos médicos urgentes e mercadorias para apoiar a economia global.

Desde 22 de março, a Air Canada operou 40 voos levando apenas cargas com os aviões de passageiros ainda não convertidos (levando a carga apenas nos porões) e agora planeja operar até 20 voos por semana usando uma combinação dos três recém-convertidos Boeings 777 com os Boeings 787 e 777 não convertidos.

Informações pela Air Canada.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

two pilots flying an airplane

Piloto de avião resolveu expor seus órgãos genitais durante um voo...

0
Um ex-piloto da Southwest Airlines foi acusado de indecência após expor seus órgãos genitais durante um voo da Filadélfia para Orlando