Veja como a Air Canada levantou mais $1,23 bilhão para enfrentar a crise

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A330-300 Air Canada
Imagem: BriYYZ [CC]

A Air Canada anunciou que fechou duas transações de financiamento adicionais para receitas líquidas de $ 1,23 bilhão. Junto às demais ações promovidas pela companhia desde o início da pandemia de Covid-19 no primeiro trimestre de 2020, já foram levantados $ 5,5 bilhões em liquidez.

“O fato de a Air Canada ter conseguido adicionar $ 1,23 bilhão à sua liquidez nessas duas últimas transações sem utilizar nenhum de seus ativos não onerados anteriormente divulgados deixa a companhia aérea em uma excelente posição para acessar fundos adicionais, caso necessário. A complementação desses esforços está em andamento em iniciativas para reduzir a queima de caixa por meio de medidas como redução da força de trabalho, um programa de transformação de custos de $ 1,1 bilhão e racionalização da capacidade e da malha aérea”, afirmou Pierre Houle, diretor administrativo e tesoureiro da Air Canada.

Em 22 de junho de 2020, a Air Canada concluiu uma oferta privada de $ 840 milhões em valor principal agregado de 9,00% de Second Lien Secured Notes com vencimento em 2024 (“Notas 2024”), que foram vendidas a 98% do par. As Notas 2024 são obrigações da Air Canada, em garantia por certos interesses imobiliários, equipamentos de serviço em terra, certos slots de aeroportos, arrendamentos de portões de embarque, certas rotas, e arrendamentos de portões utilizados em conexão com essas rotas.

Um pouco antes, no início de junho, a Air Canada concluiu uma oferta privada de uma parcela de EETCs de Classe C com um valor nominal combinado de aproximadamente $ 315 milhões, vendidos a 95,002% do par. A tranche da Classe C é classificada como júnior dos EETCs Série 2015-1, 2015-2 e 2017-1 emitidos anteriormente e é garantida por ônus nas 27 aeronaves financiadas sob estes EETCs. Os EETCs de Classe C têm uma taxa de juros de 10.500% ao ano e uma data final de distribuição prevista para 15 de julho de 2026.

Além desses financiamentos mais recentes, a Air Canada também concluiu as seguintes operações de financiamento em 2020:

  • Em março de 2020, sacou suas linhas de crédito rotativo de $ 600 milhões e $ 200 milhões para receitas agregadas de $ 1,03 bilhão;
  • Em abril de 2020, concluiu um empréstimo de 364 dias no valor de $ 600 milhões, garantido por aeronaves e motores sobressalentes, com recursos de $ 829 milhões;
  • No final de abril de 2020, concluiu um financiamento ponte de $ 788 milhões para 18 aeronaves Airbus A220 que espera substituir por acordos de financiamento garantidos de longo prazo no final de 2020;
  • Em junho de 2020, concluiu uma oferta pública de ações subscrita no mercado de 35.420.000 ações ​​classe A e/ou classe B a um preço ao público de $ 16,25 por ação, para receitas agregadas de $ 575,6 milhões, e uma concorrência de títulos seniores sem garantia conversível com vencimento em 2025 para receitas agregadas de US$ 747,5 milhões ($ 1,01 bilhão).

“Entramos em 2020 na entrada do grau de investimento com um balanço muito forte, baixa alavancagem líquida e liquidez significativa, antes que a pandemia de Covid-19 e as quarentenas e restrições de fronteiras impostas pelo governo destruíssem a demanda e esgotassem o caixa. A forte posição relativa da Air Canada nos permitiu navegar por essa crise e temos plena confiança de que seremos bem-sucedidos em manter a liquidez em níveis mais que suficientes para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades futuras. Com essas últimas transações, a Air Canada levantou agora aproximadamente $ 5,5 bilhões em 2020 e espera encerrar o segundo trimestre de 2020 com pelo menos $ 9 bilhões em liquidez”, concluiu Houle.

A Air Canada está utilizando os recursos líquidos dessas transações para complementar seu capital de giro e para outros fins corporativos em geral. Os recursos líquidos dos financiamentos servirão para aumentar a posição de caixa da empresa, permitindo flexibilidade adicional do ponto de vista operacional e na implementação de suas medidas planejadas de mitigação e recuperação em resposta à pandemia da Covid-19.

O conjunto de ativos não onerados da Air Canada (excluindo o valor da Aeroplan e da Air Canada Vacations) é de aproximadamente $ 2,5 bilhões às taxas de câmbio atuais. A companhia informa que continuará a explorar acordos de financiamento, caso seja necessária liquidez adicional ou refinanciar a dívida existente para reduzir os vencimentos.

Informações oficiais da Air Canada

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias