Air Europa quer criar empresa aérea no Brasil

A espanhola Air Europa, pertencente ao grupo Globalia, solicitou registro na Junta Comercial do Estado de São Paulo, o pedido de abertura de uma empresa aérea para operar voos domésticos no Brasil com tripulação e equipe brasileiras. A informação foi dada ao mercado pelo portal Globo.com e depois divulgada pelo Ministro da Infraestrutura.

No final de dezembro de 2018 o governo Michel Temer publicou a Medida Provisória 863, que alterou o Código Brasileiro de Aeronáutica, permitindo às empresas estrangeiras ter até 100% das aéreas nacionais. A MP, no entanto, precisa ser aprovada pelo Congresso ainda essa semana para que não perca validade.

Para voos domésticos e dentro da Europa a companhia cobra €30 euros por bagagem despachada e €4 por marcação de assento na tarifa Lite, algo que não seria possível caso a MP seja aprovada do jeito que está.

A Air Europa não é a primeira empresa a demonstrar interesse em operar voos domésticos no Brasil, antes dela, a chilena Sky e a norueguesa Norwegian haviam sinalizado o mesmo, porém sem ações práticas até o momento.

O grupo Globalia é um grande conglomerado de empresas ligadas ao turismo, detendo redes de agências de viagens, hotéis e empresas aéreas. A Air Europa já possui um voo diário conectando São Paulo a Madrid.

Vamos acompanhar e aguardar as próximas cenas. Nossa torcida é para que avance, ampliando as oportunidades de emprego no setor que sofre com a derrocada da Avianca Brasil, e aumentando a concorrência.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.