Air Europa deverá dobrar número de voos no Brasil

Na primeira missão internacional para fora da América do Sul, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, convenceu os executivos do grupo Globalia a ampliar os investimentos no Brasil. No portfólio apresentado na reunião em Madri (Espanha), estavam oportunidades em hotelaria, aviação civil e entretenimento. O ministro destacou que o país vive um novo momento mais favorável ao investidor e empresas internacionais de transporte aéreo podem operar trechos domésticos desde que abram filiais no Brasil.

“Temos um mercado altamente atrativo e precisamos aumentar a conectividade aérea para o turismo se desenvolver no país”, comentou o ministro. Marcelo destacou que o viés liberal cria um ambiente favorável ao investidor. “Temos acompanhado com muito interesse os movimentos do novo governo brasileiro. O país tem um enorme potencial turístico, muitas ações por fazer”, comentou Javier Hidalgo, presidente do grupo Globalia, um dos maiores conglomerados de turismo da Europa, com mais de 15 mil funcionários.

A Air Europa, uma das empresas do grupo, atualmente dispõe de 18 voos semanais ligando a Europa ao Brasil. De acordo com Hidalgo, a oferta vai, pelo menos, dobrar até 2020. Atualmente a empresa transporta 310 mil turistas da Europa para o Brasil por ano. Se dobrar o número de viajantes, deve injetar R$ 1,6 bi a mais por ano na economia brasileira.

Outra possibilidade é abrir hotéis do grupo no Nordeste brasileiro para fazer frente ao Caribe. “O mercado europeu tem a necessidade de explorar novos atrativos turísticos”, comentou Hidalgo.

Pela Assessoria de Imprensa do Ministério do Turismo

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias