União Europeia aprova socorro de 7 bilhões de euros do Governo francês à Air France

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A União Europeia (UE) autorizou o Governo Francês a conceder 7 bilhões de euros em ajuda financeira à Air France para combate à crise provocada pelo novo coronavírus no setor aéreo global.

Segundo comunicado oficial, “esta garantia francesa de 7 bilhões de euros (7,66 bilhões de dólares) e o empréstimo de acionistas fornecerão à Air France a liquidez urgentemente necessária para suportar o impacto do surto de coronavírus”, disse a Vice-presidente para assuntos de concorrência da UE, Margrethe Vestager.

O socorro à Companhia francesa teve de ser aprovado pela Comissão Europeia, pois ela regula as concorrências dentro das regras da UE.

A vice-presidente executiva destacou ainda que o setor de aviação é importante em termos de empregos e conectividade, uma vez que, no contexto do surto de coronavírus, a Air France tem desempenhado um papel essencial no repatriamento de cidadãos e no transporte de equipamentos médicos.

“Cooperamos estreitamente com a França, assim como com muitos outros Estados-Membros, para garantir que o apoio público para enfrentar a crise atual possa ser implementado o mais rápido e efetivamente possível, em conformidade com as regras da UE. A França também anunciou planos para certas medidas de política ambiental (green policy) em relação à Air France. Muito bom. Os Estados-Membros são livres para conceber medidas em conformidade com os seus objetivos políticos e regras da UE”, completou Margrethe.

A Air France é uma das principais companhias aéreas que operam na França. Faz parte do grupo Air France-KLM, no qual o Estado francês participa. Com uma frota de mais de 300 aviões, a empresa é muito importante para a economia francesa, em termos de emprego e conectividade para muitas regiões francesas, incluindo no exterior.

Como resultado da imposição de restrições de viagens introduzidas pela França e por muitos países de destino para limitar a propagação do coronavírus, a Air France sofreu uma redução significativa de seus serviços, o que resultou em elevadas perdas operacionais.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Rodnei Diniz
Engenheiro aeronáutico e mecânico, atuante em gestão de manutenção aeronáutica, aviação geral, executiva e comercial. Atento aos detalhes, gosta de ler e escrever sobre a história da aviação.

Veja outras histórias

Salvador terá voos para todas as regiões do Brasil na alta...

0
Salvador terá um dos verões mais conectados da última década. A partir de 18 de dezembro, a cidade baiana terá voos diretos para todas