Após voar 2.000 km, piloto de A320 é avisado pelo rádio que testou positivo para Covid-19

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Neste sábado, 30 de maio, uma aeronave A320neo da Air India com destino a Moscou precisou dar meia-volta e retornar à cidade indiana de Deli, após um dos pilotos receber a informação de que estava infectado pelo novo coronavírus.

Avião Airbus A320neo Air India
Airbus A320 da Air India. Foto de Anna Zvereva via Wikimedia Commons

Conforme dados do Flightradar24, o voo de número AI1945 era realizado pela aeronave de matrícula indiana VT-EXR e havia decolado às 7h20 do aeroporto internacional Indira Gandhi, em Deli, na Índia, com destino ao aeroporto Domodedovo, próximo a Moscou.

A aeronave não transportava passageiros na ida, sendo um voo destinado a repatriar indianos retidos em Moscou, sob a missão denominada “Vande Bharat”.

No entanto, o destino do voo acabou sendo mudado de um momento para outro.

Segundo o portal de notícias indiano NDTV, funcionários da Air India declararam que a aeronave havia alcançado o espaço aéreo do Uzbequistão quando a equipe de terra da estatal indiana percebeu que um dos pilotos havia testado positivo para o novo coronavírus e avisou à tripulação pelo rádio, pedindo para que voltassem.

Informações da aérea confirmam que a aeronave pousou novamente em Deli às 12h30 locais. Dados do Flightradar24 demonstram que o A320neo percorreu 4.311 km no abortado voo, contando a ida e a volta.

Ao NDTV, fontes da Autoridade de Aviação Civil da Índia (DGCA), declararam que “a princípio, isso parece ser uma falha, pois o piloto não deveria estar no avião se era positivo para Sars-CoV-2, o novo coronavírus”.

Rastreamento do A320neo da Air India. Fonte: Flightradar24.

Investigação dos procedimentos

A autoridade indiana procederá com um a investigação para apurar por que somente após a decolagem é que o pessoal de terra da Air India percebeu que havia um membro da tripulação contaminado.

A Air India, segundo o NDTV, realiza pelo menos 200 testes para o novo coronavírus por dia, apenas em Deli, em todos os tripulantes antes das partidas dos voos. Os resultados desses testes são processados ​​centralmente pela companhia aérea.

A tripulação da aeronave foi colocada em quarentena e autoridades indianas informaram que outro avião seria enviado a Moscou para trazer os conterrâneos para casa no mesmo dia.

Através da missão Vande Bharat, segundo declarações do Ministro do Exterior indiano, até a última quinta-feira (28) 45.000 indianos haviam sido repatriados, devendo os voos do tipo perdurarem até 13 de junho.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Rodnei Diniz
Engenheiro aeronáutico e mecânico, atuante em gestão de manutenção aeronáutica, aviação geral, executiva e comercial. Atento aos detalhes, gosta de ler e escrever sobre a história da aviação.

Veja outras histórias

Avião McDonnel Douglas MD-11F FedEx

Avião MD-11 emite ‘bolas de fogo’ e estremece casas em pane...

0
Moradores disseram ter se assustado com o grande avião voando baixo na noite da sexta-feira, que chegou a estremecer suas casas.