Início Empresas Aéreas Air Montenegro vai alugar um Embraer E190 por não conseguir usar um...

Air Montenegro vai alugar um Embraer E190 por não conseguir usar um E195

Embraer 195 – Imagem: Air Montenegro

A Air Montenegro, nova companhia aérea que estreou voos ontem, 10 de junho, após sua antecessora Montenegro Airlines ter falido em meio à crise aérea, irá alugar um avião Embraer E190 para remediar um problema que a impede de usar um E195.

A estreia dos voos comerciais regulares foi feita de Podgorica, capital de Montenegro, para Belgrado, capital da Sérvia, com o Embraer 195 registrado sob a matrícula 4O-AOA, que antes voava na empresa falida, e conforme dados de radar, as operações seguem normais com esta aeronave, tendo já cumprido 8 trechos até a publicação desta matéria.

Imagem: Air Montenegro

Porém, o segundo E195 que seria utilizado pela Air Montenegro, e que também chegaria da antiga Montenegro Airlines, não pôde ter seus serviços iniciados por conta de uma questão burocrática.

Segundo reporta o portal EX-YU Aviation, com o processo de falência em andamento a equipe de manutenção da Montenegro Airlines não pôde dar andamento no trabalho de preparo do segundo avião a ser entregue à Air Montenegro, travando por tempo não definido a chegada do reforço de frota.

Assim, a nova empresa aérea já estaria negociando com a German Airways um aluguel de curto prazo de um Embraer 190, para reduzir o impacto no planejamento dos serviços até a solução do problema com o E195.

A Montenegro Airlines operava, além de outros aviões, com quatro jatos Embraer, sendo um E190 e três E195. Segundo o Planespotters, além do 4O-AOA já em uso pela Air Montenegro, os outros E195 voavam com as matrículas 4O-AOB, 4O-AOC e 4O-AOD. Não há confirmação sobre qual deles será o segundo a ser transferido.

O 4O-AOA estreou as operações com pintura completamente branca e, apesar de a companhia ter apresentado nesta semana como será sua pintura, não há previsão sobre quando ela será aplicada no E-Jet, afinal, com uma frota ainda tão pequena, não é possível parar uma aeronave por longo período para pintura sem afetar as operações regulares.