Airbus entrega 1.500ª unidade de seu primeiro jato de longo alcance, o A330

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A330-900 A330neo
Airbus A330-900 (A330neo) – Imagem: Airbus

Enquanto a Airbus ganhou destaque, na semana passada, ao entregar o A321neo de número de série 10.000 da família A320, mas que não era o 10.000º produzido, a fabricante europeia agora anunciou, nesta segunda-feira (12), outro marco importante de produção.

Um Airbus A330neo entregue no final do mês passado é o 1.500º jato da família A330 construído pela Airbus desde o lançamento do programa.

Quase 28 anos após o primeiro voo de um A330 em novembro de 1992, a fabricante de aeronaves anunciou nas redes sociais que entregou a 1.500ª cópia do primeiro avião de longo alcance de sua história, nomeando o modelo como “o widebody mais popular, voando com mais de 120 operadores”.

Ao chamá-lo de widebody mais popular, a fabricante gerou polêmica nas redes sociais, pois muitos usuários destacaram que a família Boeing 777 tem hoje mais entregas e mais encomendas do que a A330. Mas a explicação está na própria publicação da Airbus, que se refere à quantidade de diferentes operadores do modelo, esta sim superior à quantidade do 777.

Desde a primeira entrega do primeiro A330 no final de 1993 para a Air Inter, que entrou em serviço em janeiro de 1994, a Airbus entregou em média “um A330 por semana”, conforme também descrito na publicação da fabricante.

O jato bimotor de corredor duplo ganhou os céus, em sua primeira geração, nas versões A330-300 e A330-200 para linhas aéreas de passageiros, ACJ330 para aviação corporativa, A330F para o mercado cargueiro, MRTT para operadores militares e Beluga XL para os transportes especiais da própria Airbus.

Em seguida, desde o lançamento da nova geração “neo” em 2014, duas versões estão disponíveis: o bem-sucedido A330-900 e o quase não vendido A330-800. No final de setembro, a Airbus registrava 1.818 pedidos para esta família (excluindo os MRTT e Beluga XL), dos quais 1.501 já foram entregues e 1.432 estão atualmente em serviço.

Segundo o Air Journal, o jato de número 1.500 foi o A330-900 de matrícula N407DX e número de série 1957, entregue à norte-americana Delta Air Lines. Curiosamente, o jato não entrou em serviço até hoje desde a entrega ocorrida em 22 de setembro.

Segundo dados dos sites de rastreamento de voos, ele apenas foi transladado de Toulouse, onde foi produzido na França, para Amsterdã, na Holanda, onde permanece armazenado até a publicação desta matéria, assim como já ocorrido antes com outro A350-900 recebido pela Delta também em meados de setembro.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Tripulantes da Azul aprovam o fim antecipado da redução de salário...

0
Veja como votaram comissários, copitolos e comandantes para o fim do regime de redução de jornada de trabalho e salários da Azul.