Airbus A220 virá ao Brasil fazer demonstração para empresas aéreas nacionais

O jato franco-canadense Airbus A220 tem uma passagem programada no Brasil no início de abril, quando fará apresentação para as companhias aéreas locais.

Avião Airbus A220-300
Airbus A220-300 – Imagem: Airbus

Esse assunto já surgiu há poucos meses e ficou mais forte agora, na medida em que se aproxima a Fidae, maior feira de aviação da América Latina, que acontece a cada dois anos no Chile.

Como a aeronave está programada para participar do evento, sul-americano, a fabricante pretende fazer com que o bimotor faça duas paradas no Brasil antes.

A primeira dela seria em Campinas e depois Congonhas, sedes da Azul e da Latam Brasil, respectivamente. Nos parece improvável que a Airbus faça uma apresentação para a Gol, que já possui uma frota totalmente composta por Boeing 737.

A previsão é que a aeronave pouse em Campinas no dia 2 de abril, onde será apresentada para a Azul Linhas Aéreas, que já opera aeronaves Airbus, além do concorrente, o Embraer E195-E2.

De Viracopos, no mesmo dia, o avião segue para Congonhas, para realizar voos de demonstração para a Latam Brasil.

Após a visita no Brasil segue para Cidade do Panamá no dia 4 de abril. Os horários ainda não estão totalmente confirmados e a visita, apesar de quase certa, pode sofrer mudanças em razão dos surtos de coronavírus.

O A220 é o antigo CSeries da Bombardier, que vendeu o projeto para a Airbus. Apesar das recentes novas vendas, o modelo ainda não atingiu o ponto de rentabilidade e a fabricante busca compradores no território da sua principal concorrente, a Embraer.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Comissão de Aeroportos da Região Amazônica contratará mais de 1.900 profissionais

0
A PI que permite a contratação de profissionais civis, por tempo determinado, para a Comissão de Aeroportos da Região Amazônica.