Airbus A319 atinge luzes e antena em sério incidente na aproximação para pouso

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um Airbus A319 teve sua fuselagem danificada em um sério incidente ocorrido em sua aproximação, quando o jato atingiu luzes e uma antena do sistema de auxílio ao pouso por instrumentos (ILS).

Avião Airbus A319 Shenzhen Airlines
A319 da Shenzhen – Imagem: byeangel / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Segundo informações do The Aviation Herald, a aeronave envolvida foi o Airbus A319 registrado sob a matrícula B-8667, operado pela companhia aérea chinesa Shenzhen Airlines, quando estava realizando o voo de número ZH-9247 de Xian para Panzhihua, ambas na China, na sexta-feira, 16 de outubro.

O avião parecia ter pousado sem intercorrências em Panzhihua, pois taxiou até o pátio onde os passageiros desembarcaram normalmente, no entanto, uma inspeção pós-voo revelou pneus furados e danos na fuselagem.

Dano fuselagem A319 Shenzhen Atingiu Antena
Dano na fuselagem do A319 – Imagem: The Aviation Herald

Na aquele dia, comentários em grupos de aviação profissional na China sugeriam que o aeroporto havia realizado uma inspeção após o pouso e encontrado 6 luzes de aproximação e uma antena de localizador de aproximação danificadas.

Apesar disso, a assessoria de imprensa do aeroporto dizia aos jornais locais que não foi notificada sobre nenhum dano ao equipamento do aeroporto, que continuaria operando normalmente.

Localizer Antenna Antena Localizador
Conjunto de antenas de localizador de aproximação – Imagem: John M Wheatley / CC BY-SA 2.0

A realidade, entretanto, não era condizente com as declarações. Voos subsequentes começaram a ser cancelados ou desviados devido às condições meteorológicas no aeroporto, que fica no topo de uma montanha e é constantemente coberto por nuvens baixas.

Aeroporto Panzhihua
Aeroporto de Panzhihua – Imagem: Oliver22233 / Domínio público, via Wikimedia Commons

Depois das declarações desencontradas, no dia seguinte, sábado, 17 de outubro, novas informações surgiram na mídia chinesa indicando que a Autoridade de Aviação Civil da China abriu uma investigação sobre a ocorrência que fechou a pista 20/02 em Panzhihua.

A aeronave de fato atingiu 6 luzes de aproximação e a antena do localizador, e tocou o solo praticamente na cabeceira da pista, muito antes do ponto padrão de toque.

Segundo dados do FlightRadar24, a aeronave não mais voou até a publicação dessa matéria neste domingo.

Atualização (20/10): relatório preliminar aponta que o pouso ocorreu na grama. Veja na matéria abaixo.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias