Airbus A320 da LATAM perde separação com outro avião no pouso em Cuiabá

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um Airbus da LATAM Brasil perdeu a separação mínima exigida entre aeronaves, no momento em que se aproximava para o pouso em Cuiabá. O incidente foi registrado como grave pelo CENIPA.

Avião Airbus A320 LATAM

O caso aconteceu na última terça-feira, dia 13 de outubro, mas apenas foi registrado hoje (19) na base de dados do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), da Força Aérea Brasileira.

Na ocasião do incidente, o Airbus A320 de matrícula PR-MYW, que cumpria o voo LA3368 de São Paulo para Cuiabá, e levava 156 passageiros e seis tripulantes, ficou próximo demais de uma outra aeronave, abaixo dos mínimos de separação permitidos pela regulamentação aeronáutica, segundo o CENIPA.

O CENIPA não informou qual foi a distância (horizontal e vertical) entre as aeronaves, classificando apenas como incidente grave e natureza de tráfego aéreo. A análise dos por quês de as duas aeronaves terem ficado com uma separação abaixo dos mínimos segue em andamento.

O órgão ainda registra que a outra aeronave era um Piper Navajo, bimotor a hélice bastante popular na aviação executiva e geral. Este Piper, de matrícula PT-OLF, decolou de Cuiabá para Rondonópolis, e durante a subida encontrou-se com o Airbus da LATAM que estava em descida para capital mato-grossense.

Segundo dados do aplicativo FlightRadar24, nenhuma alteração brusca de rumo, altitude ou velocidade foi computada no voo LA3368 daquele dia, enquanto que o Navajo não pôde ser rastreado.

Entramos em contato com a LATAM Brasil, que nos enviou a seguinte nota:

A LATAM Airlines Brasil informa que a ocorrência está sendo investigada pelas autoridades aeronáuticas competentes e a companhia está colaborando proativamente com essas apurações. A companhia reitera ainda que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais.

Imagem – FlightRadar24

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Lufthansa cria confusão ao pedir autorização da Argentina para voo às...

0
A Lufthansa acidentalmente desencadeou uma tempestade diplomática sobre a soberania das Ilhas Malvinas, ao pedir um voo especial