Airbus A320 inicia operações regulares no Santos Dumont com a LATAM

Após anos e anos de expectativa, estudo e muita discussão, o Airbus A320 operou nesta última sexta (03) em um voo comercial no Aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro.

A320 é recebido com traidicional batismo no Santos Dumont

Seguindo os manuais da companhia o A320 padrão era capaz de operar no Santos Dumont com restrições de peso, seja sacrificando passageiros e/ou combustível.

A aeronave PT-MZW veio de Guarulhos e pousou no Santos Dumont, de onde prosseguiu para Confins. O primeiro voo foi de testes e contou com apenas 144 passageiros ante a capacidade máxima da aeornave na LATAM de 174 passagieros.

Equipado com o pacote LIP (Lift Improvement Program) o PT-MZW recebeu uma melhoria de performance para permitir uma operação segura e ao mesmo tempo mais rentável. Até então a companhia só operava no Santos Dumont com o Airbus A319 com capacidade máxima de 144 passageiros.

Fontes na empresa afirmaram ao AeroIN que a expectactiva é que a aeronave seja aposentada em médio ou longo prazo, passando para uma frota padronizada apenas com o A320 e A321.

O pacote LIP inclui modificações como como espessura mais larga próximo ao bordo de ataque dos slats, adição de strake na parte externa do motor, extensão do bordo de fuga nas posições 1 e 2 do spoiler.

Com isso a aeronave irá reduzir a sua velocidade mínima de aproximação / velocidade de estol em cinco nós, podendo chegar mais devagar para o pouso e fazer uma parada mais rápida. O mesmo efeito é benéfico na decolagem: a aeronave consegue decolar antes ou no mesmo ponto atual com um peso maior.

Primeira operação do A320 no aeroporto foi com a VASP?!

Em 1994 a Airbus enviou o seu A320 protótipo de matrícula F-WWTW para o Brasil para uma demonstração para potenciais clientes, incluindo a então VASP.

A aeronave realizou um voo para o Santos Dumont contando apenas com convidados, sendo o primeiro pouso de um Airbus no aeroporto carioca. Veja abaixo o registro único e raro, do acervo da Revista Flap com a foto do nosso amigo Daniel Carneiro.

Foto: Daniel Carneiro – Revista Flap

Opção com o novo Airbus A320neo

Em 2017 a ANAC certificou o pacote SHARP da Airbus, uma espécie de evolução do pacote LIP para a nova geração A320neo.

A SHARP é resultado da colaboração entre a Airbus, seus clientes e os fabricantes de motores (CFM e Pratt & Whitney). Seu objetivo é aumentar a capacidade de carga para as companhias aéreas que operam em aeroportos complexos e garantir uma vantagem sustentável e competitiva às suas frotas de A320neo. Os componentes-chave do conjunto é uma modificação do painel composto Kevlar para o “Fairing Fillet Fairing” da asa para permitir o melhor desempenho de pouso e geradores de vórtices ligados ao plano vertical da cauda que melhoram o desempenho de decolagem.

Na época a Avianca Brasil e a Azul Linhas Aéreas demonstraram interesse no pacote, porém não adquiriram. Hoje a Avianca Brasil já devolveu todos seus A320neo.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos