Airbus A380 da Singapore parados na terra são retratos tristes do mundo de hoje

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Some $5billion worth of Aircraft from around the world now being holed up in the desert near Alice Springs due to COVID-19 travel downturn

Posted by Steve Strike on Sunday, May 3, 2020

Há algumas semanas, a Singapore Airlines, uma das mais premiadas empresas aéreas do mundo, começou a mandar seus aviões para armazenagem de longo prazo no deserto australiano. Na última semana, foi a vez dos gigantes Airbus A380 serem enviados para lá, o que ajudou a produzir cenas tão incríveis quanto melancólicas.

Alguns dos maiores aviões da Singapore Airlines estão hoje em Alice Springs, na Austrália, para armazenamento durante o surto de COVID-19. Algumas imagens espetaculares capturadas pelo fotógrafo Steve Strike e publicadas nas suas mídias sociais, mostram os superjumbos da empresa aérea e vários Boeing 777 alinhados no Asia Pacific Aircraft Storage (APAS) junto a outras aeronaves menores.

Embora tenha sido inaugurado em 2011 e tenha capacidade para armazenar o maior avião de passageiros do mundo, o APAS diz que é a primeira vez que recebe uma aeronave A380.

Billions of dollars worth of aircraft mothballed in the desert near Alice Springs. I cant imagine the long term effects of this. I don't think anyone has any idea how travel in the world will be in the future.

Posted by Steve Strike on Sunday, May 3, 2020

“Bilhões de dólares em aeronaves estão agora escondidas no deserto perto de Alice Springs”, escreveu Strike no Facebook. “Não consigo imaginar os efeitos a longo prazo disso. Acho que ninguém tem ideia de como serão as viagens no futuro”.

Na semana passada, a Singapore Airlines confirmou que quatro superjumbos e três 777-200ERs seriam levados até a Austrália. “O impacto do surto de covid-19 resultou em uma demanda significativamente reduzida no setor de aviação e, como resultado, a Singapore Airlines reduziu sua capacidade programada em 96%”, disse a companhia.

“De uma frota de 200 aeronaves do grupo, apenas 10 estão operando atualmente em serviços regulares de passageiros”, dizia a nota. A Singapore Airlines está armazenando suas aeronaves em diferentes instalações ao redor do mundo para garantir que sejam adequadamente mantidas durante esse período de demanda e atividade baixas.

Some $5billion worth of Aircraft from around the world now being holed up in the desert near Alice Springs due to COVID-19 travel downturn

Posted by Steve Strike on Sunday, May 3, 2020

“Continuaremos a monitorar a situação e, quando apropriado, traremos as aeronaves A380 a Cingapura antes de reintroduzi-las em nossas operações”, concluía a empresa.

Como as fotos mostram, além dos aviões da Singapore, sua subsidiária SilkAir já estava armazenando seis aviões Boeing 737 MAX na APAS, que tem capacidade para mais de 60 aeronaves e está sendo expandido para estacionar cerca de 100. O clima seco e árido permite que os aviões possam ser preservados em excelentes condições antes de retornar ao serviço ou serem reciclados.

O futuro dos A380 na Singapore é incerto. Ela foi a primeira empresa aérea a receber a aeronave e também a primeira a começar sua aposentadoria. Um dos seis já aposentados está hoje voando pela Hi Fly, empresa portuguesa especializada em fretamentos e aluguel de aeronaves, e outras já foram totalmente desmontadas, com as peças enviadas para a reciclagem.

São retratos de um setor aéreo totalmente debilitado pela pandemia e sem uma previsão clara de retorno à normalidade.

Some $5billion worth of Aircraft from around the world now being holed up in the desert near Alice Springs due to COVID-19 travel downturn

Posted by Steve Strike on Sunday, May 3, 2020

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Roman
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Palácio do Planalto Obras Aeroporto Foz do Iguaçu

Aumento da pista do aeroporto de Foz do Iguaçu tem 55%...

0
Para o diretor-geral de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, o apoio da empresa às obras que vão mudar Foz do Iguaçu fazem parte da missão da empresa.