Airbus A380 não volta a voar ao menos por dois anos na Qatar Airways

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A380 Qatar Airways
Airbus A380 – Imagem: Paul Schmid / CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

A companhia aérea Qatar Airways não pretende voltar a colocar seus enormes Airbus A380 nos céus por pelo menos dois anos, segundo declaração de seu CEO nesta segunda-feira, 19 de outubro.

Conforme adiantamos em julho aqui no AEROIN, a empresa árabe havia retirado o modelo de sua programação de voo que previa um possível retorno em meados de 2021, mas nenhuma declaração oficial tinha sido emitida sobre a mudança.

Agora, no entanto, segundo informa a Reuters, o executivo chefe da Qatar, Akbar al-Baker, declarou que não acha que a companhia irá operar nenhum de seus 10 Airbus A380 ao menos pelos próximos dois anos, portanto, não deveremos ver o gigante de dois andares de volta à programação de voos tão cedo.

O CEO entende que só faz sentido o retorno do modelo às operações da companhia quando a demanda por viagens aéreas voltar aos níveis pré-pandemia, de 2019.

A Qatar Airways já havia até mesmo criticado sua concorrente Emirates, em julho deste ano, sobre o uso do grande jato em meio à crise. Ela citava que a análise dos números identificava que a frota de aeronaves A350 consumia 20 toneladas de CO2 a menos por hora em determinadas rotas, comparadas ao A380.

O polêmico CEO Al-Baker alfinetou a Emirates dizendo que voar uma aeronave tão grande com um baixo fator de ocupação não cumpre as responsabilidades ambientais da Qatar ou faz sentido comercial.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias