Airbus acelera para lançar o A350-1000ULR antes do projeto da Boeing

Airbus e a Boeing competem fortemente para construir a aeronave de maior alcance do mundo e atender a um nicho de mercado muito específico, o de voos de ultra-longo alcance.

Atualmente, a Airbus está na frente dessa corrida, já que o avião de maior alcance do mundo é o A350-900ULR, modelo operado exclusivamente pela Singapore Airlines em suas rotas de Cingapura para Nova Iorque, Los Angeles e São Francisco.

No entanto, algumas companhias aéreas querem mais do que o alcance de mais de 9.500 milhas oferecidas pelo 900ULR. A australiana Qantas, por exemplo, quer lançar voos sem escala de Melbourne e Sydney para Londres e Nova Iorque, algo a que eles se referem como “Projeto Sunrise”, mas já descartou comprar o A350-900ULR por que entende que ele tem poucos assentos. Ela quer algo a mais.

Ambas as fabricantes têm focado esforços para tentar construir uma aeronave nas especificações da Qantas, já que, presumivelmente, outras companhias aéreas também estariam interessadas no projeto. Nesse contexto, enquanto a Airbus está construindo uma versão modificada do A350, a Boeing foca no 777X.

Em junho, a Airbus confirmou que estava construindo um avião capaz de atender às necessidades da Qantas, embora na época não houvesse fornecido mais detalhes. Agora, está sendo relatado no exterior que a Airbus se prepara para lançar oficialmente o Airbus A350-1000ULR , que seria o avião do qual eles estavam falando. Fontes do setor informam que o projeto está sendo acelerado para que a Airbus se aproveite dos atrasos da Boeing e lance sua aeronave de ultra-longo alcance primeiro.

Este avião teria a mesma capacidade do A350-1000 (que é maior que o -900), enquanto teria um alcance ainda maior do que o A350-900ULR. Ele permitiria à Qantas a Londres e Nova Iorque nonstop, eliminando escalas, já que tem a capacidade de voar até 10.573 milhas, e com uma maior quantidade de passageiros. 

Vai ser interessante ver se é isso o que a Qantas quer ou se a Boeing também apresentará um concorrente à altura. Estamos curiosos para ver que outras companhias aéreas poderiam estar interessadas no A350-1000ULR.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.