Airbus avalia danos a dois aviões na linha de produção dos EUA após incidente

Airbus Linha de Montagem Mobile Alabama
Hangar da Airbus em Mobile, Alabama

A Airbus está avaliando duas aeronaves quanto a possíveis danos e fechou um hangar em sua linha de montagem de aeronaves em Mobile, nos Estados Unidos, após um incidente com o sistema de combate a incêndio ativado no dia 13 de setembro.

A Airbus confirmou a ocorrência ao FlightGlobal, mas não especificou o tipo de aeronave afetada ou a extensão dos possíveis danos.

A empresa monta aeronaves da família A320 e da família A220 em Mobile. Após adquirir o projeto C-Series da Bombardier, que era produzido no Canadá, a Airbus passou a produzir as aeronaves A220 nos Estados Unidos para evitar impostos de importação pelas companhias norte-americanas.

Embora o sistema de supressão de incêndio tenha sido ativado, a Airbus diz que não há indicação de que houve um incêndio real. A fabricante acrescenta que nenhuma equipe foi prejudicada no incidente, relatado em 16 de setembro pelo site de aviação Wings over Quebec.

“Durante o período fora do horário de produção, o sistema de combate a incêndio foi ativado em um dos hangares de suporte das instalações de fabricação da Airbus em Mobile, Alabama”, afirmou a empresa em comunicado.

“Duas aeronaves que estavam no hangar estão sendo avaliadas quanto ao potencial impacto. Estamos em contato direto com o cliente para mantê-lo informado”, acrescenta a Airbus. “O hangar foi fechado enquanto as equipes de avaliação no local trabalham para determinar a causa da ativação”.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.