Início Indústria Aeronáutica Airbus cancela sistema ativo contra umidade do novo Airbus A321XLR

Airbus cancela sistema ativo contra umidade do novo Airbus A321XLR

Avião Airbus A321XLR
A321XLR deve entrar em operação em 2023. Foto: Divulgação

A Airbus informou que voltou atrás em sua decisão e não dará prosseguimento ao processo de aquisição de um sistema ativo anti-condensação para o novo A321XLR (A321neo eXtra-Long Range), que deve entrar em operação em 2023. O equipamento, fabricado pela empresa sueca CCT Systems, faria parte de uma moderna aparelhagem para controle de umidade que seria oferecida pela fabricante de forma opcional para os clientes que adquirissem o novo jato.

O anúncio da parceria entre Airbus e CCT Systems havia sido anunciado em fevereiro deste ano, para atender às características operacionais do A321XLR, variante do A321Neo, com corredor único, mas capacidade de realização de voos de longo curso. A gigante europeia optou por interromper os estudos para instalação de um sistema ativo e preferir o tradicional modelo passivo. O objetivo seria a simplificação e o barateamento do projeto.

Sistema de controle de umidade

Sistemas de controle de umidade são importantes para a segurança do voo, pois evitam a condensação dos painéis de isolamento da aeronave. O equipamento fornecido pela CCT Systems é considerado uma inovação tecnológica, pois utiliza ar seco para remover a umidade e retirar a água acumulada nas mantas de proteção da cabine de passageiros.

Em nota divulgada à imprensa, a CCT informou que já interrompeu os estudos para instalação do equipamento, e que lamenta a decisão da Airbus. A empresa sueca está iniciando as negociações para o cancelamento do contrato. Segundo informações divulgadas pelo FlightGlobal, o presidente-executivo da CCT Systems, Torbjorn Johansson, afirmou que vai continuar tentando garantir o compromisso da Airbus para instalação de linha opcional do sistema nos jatos da família A320neo.

A CTT fornece sistemas de controle de umidade para várias aeronaves, especialmente os modelos de longa distância, como o Airbus A380 e A350, o Boeing 787 e o 777X. A Airbus mantém a previsão de concluir a montagem final do A321XLR em 2022, com certificação em 2023. Segundo a companhia, mais de 450 encomendas já foram feitas por 24 operadores aéreos em todo mundo.

Saiba tudo sobe o A321XLR nas matérias publicadas pelo AEROIN.

Sair da versão mobile