AIRBUS cria projeto inédito de asas dobráveis em seus aviões de grande porte.

airbusfolding

A gigante aeroespacial AIRBUS entrou com um pedido no Reino Unido, para registro de inovação e patente das asas dobráveis para seus aviões de maior porte. A ideia surgiu com a tendência de que aviões cada vez mais largos sejam produzidos e que isso poderia afetar as operações de aeronaves em aeroportos com limitação operacional.

Patentes semelhantes já haviam sido registradas em outros lugares do mundo, no entanto, o diferencial do projeto da Airbus é que as asas devem se dobrar para baixo.

Segundo a fabricante, para que seja viável, a asa dobrável precisa ter um sistema de atuadores e travas muito poderoso para se contrapor à força que o ar exerce sobre as asas durante o voo, como o atrito com o ar tende a empurrar a asa para cima, a ideia de fazer com que a asa abra para baixo vem justamente para dar mais segurança e garantir que ela não se dobrará em pleno voo.

A inovação permitirá que aeronaves maiores e com mais capacidade operem nos aeroportos atuais, sem necessitar grandes adaptações. Embora os desenhos que a Airbus para apresentou para o registro da patente sejam de aeronaves de dois motores, um dos maiores beneficiados seria o Airbus A380, que encontra limitações em diversos aeroportos ao redor do mundo.

Além de registrar a patente, a Airbus confirmou que está atualmente trabalhando na pesquisa de tecnologias e materiais que viabilizem o conceito. Se bem sucedida, a fabricante poderá usufruir do benefício da envergadura aumentada, que reduzirá ainda mais o consumo das aeronaves e aumentará a rentabilidade dos operadores.

Carlos Roman
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Investigação sobre o Airbus A380 que perdeu parte do motor em...

0
Desprenderam-se, do restante do motor, o fan, a tomada de ar (inlet) e a carcaça do fan (case). As partes caíram em uma inóspita região de gelo e neve.