Airbus faz sprint no final para entregar 560 aviões de sua meta de 2020

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Embora tenha liderado as entregas no ano, o total de 2020 está bem abaixo do recorde de 863 aeronaves que a Airbus entregou aos clientes em 2019. A diferença é justificada pela maior crise da história da aviação, causada pela pandemia da Covid-19.

Avião Airbus A330-900 A330neo
Imagem: Anna Zvereva / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

A Airbus disse que entregou quase 560 aviões para clientes até o dia 31 de dezembro, aproximando-se de sua meta interna em um ano marcado pelo colapso das viagens aéreas induzido pela pandemia, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

O fabricante de aviões europeu havia entregue cerca de 550 aeronaves em 29 de dezembro, informou a Bloomberg, e continuou a acelerar as entregas antes do final do mês. A contagem final auditada deve ser divulgada na próxima semana.

A Airbus se recusou a comentar antes de os números auditados serem publicados. Os auditores consideram fatores como quando a transferência bancária final é feita para determinar quando um avião pode ser considerado entregue.

As entregas colocaram a fabricante de aviões baseada em Toulouse, na França, confortavelmente à frente da rival americana Boeing, que entregou menos do que 200 aeronaves no ano.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Passageiro é condenado à cadeia após chamar comissária de voo de...

0
Um passageiro britânico foi condenado a 1 ano e 2 meses de prisão após xingar uma comissária de fascista durante um voo da Ryanair.