Airbus lança drone avançado de inspeção interna em aeronaves

Na MRO Americas, feira de aviação que ocorre nessa semana em Orlando,no Estados Unidos, a Airbus está demonstrando  pela primeira vez uma inovadora ferramenta de manutenção baseada em drones – o “Advanced Inspection Drone”.  O drone de inspeção avançada da Airbus para uso no interior de um hangar acelera e facilita verificações visuais, reduzindo consideravelmente o tempo de inatividade das aeronaves e aumentando a qualidade dos relatórios de inspeção.




Unindo o extenso conhecimento de aeronaves da Airbus com a melhor tecnologia de drones, este novo produto consiste de um drone inteligente e automático com uma câmera visual integral, um sensor de detecção de obstáculos baseado em laser, software planejador de voo e uma ferramenta de software de análise de inspeção de aeronaves da Airbus. Desenvolvido em cooperação com a Testia, uma subsidiária da Airbus especializada em testes não destrutivos, este sistema de inspeção de aeronaves baseado em drones é otimizado para inspecionar as partes superiores da fuselagem da aeronave.

Seguindo um caminho de inspeção pré-definido, o drone automatizado captura todas as imagens necessárias com sua câmera on-board. As imagens de alta qualidade são então transferidas para um banco de dados em um PC para uma análise detalhada usando um sistema de software. Isso permite que o operador localize e meça os danos visuais na superfície da aeronave, ao compará-la com o modelo digital da aeronave. O software gera automaticamente um relatório de inspeção.

O novo sistema estará disponível para o setor no quarto trimestre de 2018, após a aprovação pela EASA do novo processo de inspeção. Foram feitas várias demonstrações iniciais para diversas companhias aéreas que manifestaram interesse. Também será oferecido para a organizações de MRO (Manutenção, Reparos e Operações). Por ser projetado para ser utilizado no interior de hangares de manutenção, o drone é equipado com um sensor baseado em laser para detectar obstáculos e interromper a inspeção, se necessário. Essa tecnologia baseada em laser permite que o veículo voe automaticamente sem a necessidade de ser pilotado remotamente.

A atualização para o novo sistema baseado em drones permitirá às operadoras e aos provedores de MRO reduzir o tempo de inspeção, permitindo que a aeronave seja liberada mais rapidamente e aprimorando a qualidade geral dos relatórios, melhorando a localização, a repetibilidade e a rastreabilidade dos danos. O novo processo de inspeção levará apenas três horas, incluindo 30 minutos de captura de imagens pelo drone, e melhorará a segurança da operadora. Por outro lado, a inspeção visual tradicional das aeronaves é realizada a partir do solo ou usando uma plataforma telescópica, especialmente para as partes superiores da aeronave – um processo que normalmente poderia durar até um dia.

O novo sistema de inspeção baseado em drones é um elemento do “Hangar do Futuro” (Hangar of the Future – HoF) da Airbus, um projeto de manutenção inovadora iniciado pela Airbus em Singapura há dois anos. O HoF combina o uso de tecnologias inovadoras e equipamentos inteligentes conectados à Internet das Coisas (IoT) como robôs colaborativos, drones, scanners, câmeras e sensores não destrutivos, com a documentação técnica das aeronaves e dados de serviço de aeronaves coletados pelo Skywise, a plataforma de dados abertos da Airbus. Por meio da digitalização e automação das atividades de manutenção, a Airbus está respondendo às crescentes necessidades de manutenção das companhias aéreas cujas frotas estão em expansão, criando valor para todas as partes interessadas.

Pela Assessoria de Imprensa da Airbus

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos