Airbus tenta deslanchar A330neo com venda para a United

A Airbus espera ganhar em uma nova disputa com a Boeing: a de substituição dos 50 jatos 767 da United Airlines, apesar da fabricante americana ter a liderença na disputa.




A tática da Airbus agora é oferecer um tempo menor de entrega, já que fontes da fabricante que foram consultadas pela Reuters apontam que existem “15” slots de fabricação de A330 disponíveis no próximo ano, e a Airbus quer preencher estes slots de qualquer maneira.

Os slots fazem parte da meta de produção anual e mensal de qualquer fabricante, que vai preenchendo estes slots de acordo com os pedidos e o prazo de entrega firmado no contrato com a companhia aérea. A Airbus recentemente perdeu duas encomendas nos EUA: a da Hawaiian Airlines, que optou pelo 787 da Boeing, e a American, que cancelou seus A350 que eram oriundos de um pedido da US Airways.

Com o cancelamento da Hawaiian Airlines a versão A330-800neo ficou sem pedidos. E para piorar a situação, a maior cliente do A330neo, a Air Asia, não bateu o martelo da compra da aeronave e espera exatamente ver como a aeronave irá se vender no mercado. Por último, o recente embargo de Trump ao Irã irá impedir a venda de 28 A330neos para a Iran Air.

Com informações da Reuters

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos