Início Empresas Aéreas Alitalia cria o primeiro voo 100% livre da Covid

Alitalia cria o primeiro voo 100% livre da Covid

A companhia aérea italiana Alitalia implementou a obrigatoriedade da realização de testes contra COVID-19 para permitir o embarque em dois voos da rota Roma-Milão. O novo procedimento faz parte de uma nova política da empresa para criar voos com garantia total de segurança contra o novo coronavírus, os chamados Covid-Tested Flights.

As medidas entraram em vigor em 16 de setembro nos voos AZ2038 e AZ2092, que fazem a rota diária entre a capital italiana e o polo financeiro da região norte do país. Os voos têm pouco mais de uma hora de duração e são operados A319, que fazem a ponte-aérea mais popular da Itália. Não há cobrança extra para os voos com a novidade.

Com as novas diretrizes da companhia, os passageiros só podem embarcar após serem submetidos a uma triagem preventiva da COVID-19 com resultado negativo. A companhia aceita o teste rápido de antígeno feito no aeroporto ou um teste molecular de PCR, que devem ser feitos no máximo 72 horas antes da viagem.

Para aqueles que fizeram o teste PCR antes da viagem, um médico do Ministério da Saúde Marítima, Aérea e de Fronteira da Itália (USMAF) verificará a validade do certificado em poder do passageiro. Um passageiro sem certificado negativo pode fazer um teste rápido de antígeno gratuito diretamente no aeroporto.  Os resultados são fornecidos em 30 minutos, e os passageiros devem permanecer no local da coleta. Se o resultado for positivo, os passageiros deverão seguir os protocolos de saúde e não poderão embarcar.

Segundo informações divulgadas pela Alitalia, as medidas seguem Portaria Região do Lácio No Z00058 de 11 de setembro de 2020, e a Portaria Região Lombardia No 609 de 17 de setembro de 2020 em tem apoio do Aeroporti di Roma e SEA Aeroporti di Milano, 2 dos 7 Roma Fiumicino – Milan Linate e Milan Linate. Por enquanto, não  há informações se a iniciativa será estendida a outros voos da companhia.