American Airlines retira mãe do avião porque bebê não quis usar máscara

A American Airlines está sendo acusada de não ter compaixão ao expulsar uma mãe e seu filho de dois anos de um voo após a criança se recusar a usar a máscara, enquanto a comissária cumpria as regras da empresa. Com a confusão. todos os passageiros de um voo foram forçados a sair do avião por causa do bebê. Rapidamente o assunto repercutiu pelas redes sociais, viralizando e tornando-se pauta para quase todos os grandes jornais do mundo, como é o caso dessa matéria da rede ABC News.

“Em vez de apenas obterem uma má-publicidade, escoltando uma mãe chorando e um filho de dois anos para fora do avião, eles foram além e forçaram todos a desembarcar e não nos deixaram voltar para casa. Aparentemente, antes de sairmos do avião, todo mundo que saiu antes de nós se mostrou irritado com a tripulação na área do portão de embarque”, postou Rachel Davis, de New Hampshire, no Instagram.

“Eu tentei várias vezes, implorei, fiz tudo que pude, enquanto ele (seu filho) estava gritando e chorando e eu tentava segurá-lo e colocar a máscara” disse Rachel Davis.

A postagem da Sra. Davis recebeu mais de 191.000 curtidas e milhares de comentários até agora. Alguns usuários do Instagram argumentaram que os comissários de bordo estavam fazendo seu trabalho, enquanto outros denunciavam a falta de compaixão por uma mãe viajando com um filho pequeno.

“Foi muito frio e cruel”, disse o passageiro Taylor Cournoyer à ABC. “Este não era um problema de um adulto não obedecer porque não concorda com máscaras – isso era uma criança. E também não era uma mãe ruim e irresponsável – ela estava chorando e tentando manter a máscara e pedindo ajuda aos comissários de bordo e conselhos sobre o que fazer”.

2 anos = Máscara

Todas as principais companhias aéreas dos Estados Unidos exigem que qualquer criança com 2 anos ou mais use máscara para voar, mas a política está sendo examinada conforme mais histórias de pais com filhos pequenos sendo expulsos dos voos vêm à tona, causando forte repercussão.

“Para garantir a segurança de nossos clientes e equipe, a American Airlines exige que todas as pessoas com 2 anos ou mais usem uma cobertura facial adequada durante toda a viagem”, disse a American Airlines em um comunicado. “As políticas são aplicadas e as coberturas faciais aprovadas são disponibilizadas em pontos-chave ao longo da jornada do cliente. Entramos em contato com a família para saber mais sobre sua recente experiência de viagem e para abordar suas preocupações”.

A Sra. Davis confirmou à ABC que foi contatada pela American, mas pede que a empresa aérea peça desculpas pelo ocorrido. Enquanto isso, a polêmica se espalha e, honestamente, que diferença faz se o bebê tem dois anos e um mês, a empresa poderia ter mais compadecimento nessas situações.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias