American Airlines encomenda mais 47 unidades do Boeing 787

A Boeing e a American Airlines anunciaram hoje que a maior companhia aérea do mundo vai mais que dobrar sua frota de 787 Dreamliner, com um novo pedido para 47 aeronaves, além de 28 opções. Os 47 787s são avaliados em mais de US$ 12 bilhões a preços de tabela e fazem da American Airlines o maior cliente 787 do Hemisfério Ocidental.




A American originalmente encomendou 42 787 Dreamliners e tem usado o modelo para abrir novas rotas ao redor do mundo, incluindo Ásia-Pacífico e Europa. Enquanto a American ainda tem mais aviões a caminho de seu pedido inicial, a companhia aérea está comprando os Dreamliners adicionais – 22 787-8 e 25 787-9s – para modernizar ainda mais e expandir sua frota.

“Estamos extremamente honrados pelo fato de a American Airlines estar aprofundando seu compromisso com o 787 Dreamliner. Este novo pedido é um poderoso endosso do apelo incomparável aos passageiros da família 787”, disse o presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Kevin McAllister.

Construída com materiais compósitos leves e alimentada por motores avançados, a família Dreamliner reduz os custos operacionais em mais de 20% em comparação com os aviões anteriores e quase 10% em comparação aos jatos concorrentes de hoje.

A American torna-se a mais recente companhia aérea a fazer um pedido repetido para o 787 Dreamliner. Mais da metade dos 71 clientes do programa fizeram isso, o que ajudou o programa 787 a atingir mais de 1.350 pedidos até o momento.

“Estamos mostrando repetidas vezes que o 787 Dreamliner é o campeão de sua categoria. A tremenda proposta de valor do avião explica por que ele se tornou o jato de dois corredores mais vendido da história”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de Vendas Comerciais e Marketing da Boeing.

O 787-8 Dreamliner pode transportar 242 passageiros a até 7.355 milhas náuticas (13.620 km) em uma configuração típica de duas classes. O 787-9, versão maior do que o 787-8, pode transportar 290 passageiros a até 7.635 milhas náuticas.

Confira aqui nossa experiência a bordo do 787 da American.

História da Boeing e da American Airlines

A relação entre a Boeing e a American Airlines se estende por mais de 80 anos. Alguns dos principais marcos compartilhados incluem:

– Junho de 1936: American torna-se o primeiro operador do Douglas DC-3 em serviço comercial;
– Janeiro de 1959: American usa o Boeing 707 para oferecer o primeiro serviço de jato de costa a costa nos EUA;
– Março de 1961: American é o primeiro operador do Boeing 720B;
– Julho de 1971: A primeira entrega do DC-10 vai para a American;
– Maio de 2015: American inicia operações com o Boeing 787 Dreamliner.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Boeing.
 

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduado em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

ANAC abre inscrições para curso de introdução a Auditor de Segurança...

0
Estão abertas as inscrições para o curso à distância “Introdução ao Universal Safety Oversight Audit Programme - USOAP CMA da Organização da Aviação Civil