American Airlines pode entrar novamente em Recuperação Judicial

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Investidores americanos têm apontado que a companhia aérea American Airlines estaria se preparando para entrar com novo pedido de Recuperação Judicial.

Avião Boeing 777-300 American Airlines

Um novo processo de Recuperação Judicial da American Airlines já era um rumor que circulava no mercado aeronáutico logo depois que a empresa anunciou um cancelamento massivo de voos no dia 15 de março, como publicamos aqui em primeiríssima mão.

Agora, o FinancialTimes citou que diversos investidores apostam que a empresa irá pedir a Recuperação Judicial (RJ) para se proteger da cobrança de credores de suas dívidas ativas.

O débeito da empresa está na ordem $34 bilhões de dólares, muito acima do já alto valor de $29 bi que o mercado apontava quando os primeiros rumores da RJ surgiram em março.

Este valor de $29 bi já era maior do que o das concorrentes somadas: United tinha dívidas na ordem de $17,4 bi e Delta e Southwest possuíam $4,6 bi de dívidas na época.

Outro ponto apontado pelo jornal é que o CDS da empresa subiu mais de 4.000% nos últimos três meses, batendo a marca de 6.659 pontos. Para se ter noção, o CDS da United está em 3.677 pontos, o da Delta em 1.212 e da Southwest em apenas 505 pontos.

O CDS, do inglês credit default swap, é uma espécie de título de garantia, que diz respeito ao momento em que uma parte não consegue honrar suas obrigações, e as garantias são então executadas, como hipoteca ou penhor.

Neste caso, é um título de investimento, em que o emissor (vendedor) do CDS é obrigado a pagar o valor do título em caso de default. Logo, quanto maior a hipótese do default, maior é a chance de receber o valor e esse título se torna mais disputado pela regra básica de mercado: quanto maior e mais certo o lucro, mais atrativo o investimento se torna.

Caso a Recuperação Judicial ocorra, o chamado Chapter 11, será a segunda vez da American Airlines: em 2011 a empresa entrou em RJ, fundiu-se com a US Airways e voltou como uma empresa mais forte.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos

Comentários estão fechados.