American Airlines pode obrigar comissários a tomarem vacina

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Em meio a discussão da obrigatoriedade de tomar a vacina do coronavírus em todo o mundo, a American Airlines pode traçar uma linha em torno disso na empresa. O tema, no entanto, é polêmico.

Divulgação – American Airlines

De maneira geral, as empresas aéreas têm sido pressionadas a tornar a vacinação obrigatória, como uma maneira de proteger seus funcionários assim como ajudar na retomada da economia, adiantando o fim da pandemia do coronavírus. Citando a Associação de Comissários de Voo Profissionais dos EUA (APFA), o portal Paddle Your Own Kanoo afirma que a empresa tem poder legal para obrigar que seus comissários tomem a vacina.

Vacina obrigatória

Em geral, as convenções coletivas nos EUA são bem flexíveis e permitem que sejam fechados acordos em temas que não podem ser abordados no Brasil. Um deles é a questão de saúde, onde a empresa pode obrigar o comissário a tomar certos cuidados, incluindo vacinação, para poder trabalhar. Em caso negativo, o funcionário pode ser demitido imediatamente e com justa causa.

A American Airlines afirmou não ter tomado ainda uma decisão sobre o assunto e afirmou que está trabalhando com profissionais da saúde para fazer uma campanha de vacinação eficiente entre seus funcionários, dando a entender que irá obrigar a tomada da vacina num futuro próximo.

Já o sindicato ressalta que a empresa terá que considerar pedidos religiosos, assim como restrições médicas, já que algumas pessoas com doenças crônicas e outras enfermidades não podem tomar vacina por causa das reações graves que podem decorrer da aplicação.

Enquanto a decisão está pendente, a APFA afirma estar trabalhando para que o caminho mais seguro seja tomado. A IATA, que é a Associação do Transporte Aéreo, pediu que os funcionários de empresas aéreas, como trabalhadores essenciais, sejam inclusos no grupo prioritário de vacinação em todos os países.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias