American Airlines pode cancelar pedidos do 737 MAX por não ter como pagar

Boeing 737 MAX American

A American Airlines pode não receber quase 20 jatos Boeing 737 MAX, após problemas no pagamento, que podem levar a um cancelamento de pedidos.

Segundo revelou o Wall Street Journal, a empresa estaria com dificuldade de conseguir financiamento para os 17 jatos que iria receber este ano e que não foram entregues devido à proibição dos voos do modelo, bem como pelos problemas causados pela crise do novo coronavírus.

A dificuldade de financiamento, segundo fontes na indústria, seria a situação frágil da American, somado ao fato de o 737 MAX ter a desconfiança do mercado e do público, sendo uma aeronave de difícil revenda.

No caso, nenhuma empresa de leasing, que é aquela que compra os aviões e os arrenda para as companhias aéreas, estaria topando assumir a encomenda no lugar da American, ainda que fosse para arrendá-la para a própria empresa americana. Vale ressaltar que, por muitas vezes, as empresas aéreas encomendam o avião e ficam negociando com os lessores, só para mais próximo da entrega anunciarem o parceiro de leasing.

Uma das possibilidades veiculadas pelo jornal seria a própria Boeing assumir os aviões e fazer o aluguel deles para a American Airlines, repassando futuramente o avião para um outro lessor.

A American tem hoje um total de 76 jatos 737 MAX 8 encomendados, além de 24 já entregues e que estão impossibilitados de voar. No caso o total de jatos da empresa seria reduzido para 83 caso o cancelamento confirme e o restante dos aviões da encomenda sejam entregues.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias