Início Aeroportos ANAC divulga quais são os aeroportos mais sustentáveis do país

ANAC divulga quais são os aeroportos mais sustentáveis do país

Reforçando o compromisso da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) com a promoção e debate de medidas sustentáveis para o futuro da aviação civil, foi divulgado nesta terça-feira (8), em Webinário sobre sustentabilidade na gestão aeroportuária, os resultados da 2ª edição do projeto Aeroportos Sustentáveis – programa que visa incentivar práticas de boas gestões em ambientes aeroportuários. Os aeroportos de Salvador, Manaus e Macaé foram os destaques entre os 16 aeroportos participantes.

O projeto, que teve sua primeira edição lançada em 2019, busca incentivar o debate e a reflexão sobre sustentabilidade medindo o índice de desempenho ambiental (IDA) dos aeroportos brasileiros. A avaliação é realizada a partir de critérios que consideram a gestão dos aeroportos nos seguintes temas ambientais: energia elétrica, recursos hídricos, resíduos, biodiversidade, qualidade do ar local, mudança climática, ruído aeronáutico, saúde e bem-estar, assim como gestão organizacional e educação ambiental.

Os aeroportos inscreveram-se voluntariamente e passaram a competir em grupos conforme o número de passageiros processados anualmente, seguindo o disposto no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil (RBAC) nº 153. A classificação ocorreu por níveis, sendo: “primeira classe”, para os aeroportos com pontuação maior ou igual à média simples de seu grupo; e “classe executiva”, para os aeroportos com pontuação menor que a média, sendo que são excluídos da classificação participantes com pontuação final inferior a 25%.

Veja, abaixo, o resultado completo das classificações e acesse o BI (clique no link para acessar) para mais detalhes.

Grupo C-IV – Pontuação média 71,9% (RBAC 153 – Classe IV: aeródromo em que o número de passageiros processados seja igual ou superior a 5.000.000)

Grupo C-III – Pontuação média 63,9% (RBAC 153 – Classe III: aeródromo em que o número de passageiros processados seja igual ou superior a 1.000.000 e inferior a 5.000.000)

Grupo C-I – Pontuação média 49,4% (RBAC 153 – Classe I: aeródromo em que o número de passageiros processados seja inferior a 200.000)

Informações da ANAC

Sair da versão mobile