Início Variedades ANAC está coletando informações sobre uso de drones para pulverização no Brasil

ANAC está coletando informações sobre uso de drones para pulverização no Brasil

Drone pulverizador – Imagem: Max Pixel / Domínio Público

Está aberta, até 10 de setembro de 2021, a tomada de subsídios para discussão sobre o uso de drones classe 2 (peso máximo de decolagem entre 25 e 150 kg) para aplicações aeroagrícolas.

O objetivo é aprofundar o entendimento de características técnicas e operacionais dessas operações, que possuem forte potencial de aumentar a produtividade dos campos agrícolas brasileiros.

A tomada de subsídios é uma forma de a Agência buscar a promoção da inovação e do avanço do setor de drones no Brasil. A presente iniciativa está alinhada aos trabalhos da Agenda Regulatória da ANAC, que estão sendo desenvolvidos em dois temas (Tema 4 – revisão do RBAC-E nº 94 e Tema 13 – Revisão do RBAC nº 137).

Os interessados em contribuir deverão responder um questionário que envolve questões de manutenção, operação, características técnicas do produto e formação e qualificação de pessoal. O questionário é direcionado principalmente a fabricantes (incluindo representantes) de aeronaves remotamente pilotadas classe 2 para aplicação aeroagrícola, mas pode ser respondido por qualquer pessoa com interesse e participação neste mercado.

Além do questionário, a Agência está prevendo a realização de testes em campo para conhecer melhor, na prática, a realidade deste setor. Interessados em demonstrar seus produtos ou serviços de aplicação aeroagrícola com drone, devem entrar em contato com a Coordenadoria de Drones e Novas Tecnologias pelo e-mail a seguir: cdnt.gcpp@anac.gov.br.

A partir da avaliação dos resultados obtidos, as áreas desenvolverão possíveis cenários operacionais em que serão identificados critérios técnicos e operacionais de maior relevância para a garantia da segurança operacional nessas operações.

Informações da Agência Nacional de Aviação Civil

Leia mais: