Antonov 124 no Aeroporto de Brasília vira foco das atenções neste domingo

O domingo começou animado em Brasília. Além do evento Portões Abertos, realizado pela Base Aérea — com shows da Esquadrilha da Fumaça e exposição de diversas aeronaves militares —, a atenção do dia se voltou para a presença de um gigante, o Antonov 124 no Aeroporto de Brasília.

Avião Antonov 124 no Aeroporto de Brasília

Antonov 124 em Brasília – Imagem: Inframerica




Depois de decolar de Valência, na Espanha, o segundo maior cargueiro do mundo pousou na capital federal para reabastecimento e descanso da tripulação. A aeronave permanecerá em solo brasiliense até a manhã desta segunda-feira, 3 de setembro, quando seguirá para o Chile.

O pouso do enorme avião, incomum em Brasília, atraiu diversos amantes da aviação, que não perderam a chance de registrar. Um grupo de spotters que estava no evento Portões Abertos acompanhou a chegada do enorme avião.

“Estávamos com um olho na Esquadrilha da Fumaça e outro no celular acompanhando a rota do Antonov. Ele é grande! Estávamos na expectativa! Para nós, esse foi o melhor domingo da vida! Poder ver de pertinho os shows das aeronaves militares e depois ver o Antonov 124 no Aeroporto de Brasília foi sensacional”, conta Gabriel Benevides, estudante e spotter.

Avião Antonov 124 no Aeroporto de Brasília

Antonov 124 em Brasília – Imagem: Inframerica

O imponente avião com capacidade de carga de 150 toneladas pousou no Terminal às 17h30, horário de Brasília. A última vez que uma aeronave do tipo esteve na capital foi em 2009.

A Inframerica celebra a chegada do cargueiro e reafirma que a pista do Aeroporto tem homologação e total capacidade para atender operações do tipo. A pista em que o avião pousou tem 3.300 metros de comprimento, uma das maiores do Brasil.

Aeroporto de Brasília teve melhor movimento dos últimos anos em julho

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Inframerica.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.