Início Acidentes e Incidentes Antonov An-26 desaparece de radar e é encontrado aos destroços

Antonov An-26 desaparece de radar e é encontrado aos destroços

Antonov AN-26 da Letnye Proverki I Sistemy, semelhante ao envolvido no acidente – Imagem: Igor Dvurekov, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Um Antonv An-26 que trabalhava nas verificações de equipamentos do Aeroporto da cidade de Khabarovskiy, na Rússia, perdeu contato com o radar próximo ao local na última quarta-feira, dia 22 de setembro, e as autoridades iniciaram buscas para encontrar a aeronave.

O avião bimotor turboélice da empresa Letnye Proverki I Sistemy era responsável por aferir equipamentos de comunicação de rádio em solo, e estava com seis tripulantes a bordo no momento em que desapareceu.

Segundo relatou o site estatal TASS, o Ministério de Emergências da Rússia informou que as buscas foram iniciadas cerca de 38 quilômetros de distância da cidade de Khabarovskiv em uma reserva ambiental.

“Às 11h45, horário de Moscou, o Centro de Gerenciamento de Crises do Ministério de Emergência da Rússia na região de Khabarovsk recebeu uma mensagem informando que a aeronave Antonov An-26 desapareceu dos radares de voo a 38 km do aeroporto da cidade de Khabarovsk, presumivelmente na área da Reserva Natural Khekhtsir. Segundo dados preliminares, havia uma tripulação de voo de seis pessoas a bordo”, disse o comunicado à imprensa.

No entanto, as autoridades disseram que as buscas eram complicadas pela hora avançada do dia e pelas condições meteorológicas desfavoráveis próximo ao local do desaparecimento.

Após o retorno das buscas pelo Antonov nesta quinta-feira, um helicóptero Mi-8 localizou os destroços da aeronave e as equipes de busca e salvamento se deslocaram para o local da queda.

Segundo novo comunicado do Ministério no momento da localização, “O avião caiu em um terreno difícil. Um grupo de pessoal e equipamento em terra está se movendo para o local do acidente. O destino da tripulação permanece desconhecido”.

Em seguida à chegada ao local, todos os ocupantes do voo foram encontrados sem vida. A operação de resgate dos corpos no alto da colina da reserva envolve cerca de 140 pessoas e 35 veículos.

Fotos publicadas no Twitter mostram o local da queda e os destroços:

Leia mais:

Sair da versão mobile