Antonov AN-418, o soviético de dois andares criado muito antes do Airbus A380

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Se a Antonov Design Bureau é hoje amplamente conhecida por seus enormes aviões AN-124 Ruslan e AN-225 Mriya, os maiores cargueiros comerciais do mundo, não seria de se espantar que os engenheiros soviéticos tivessem pensado em fazer uso dessa larga experiência para também desenvolver grandes jatos voltados ao mercado de passageiros. E foi exatamente o que eles fizeram.

Avião Antonov AN-418
AN-418 – Imagem: Museu Antonov

Muito antes de a Airbus iniciar em 1988 o desenvolvimento do maior avião de passageiros do mundo, o A380, apresentado oficialmente em 1990, a Antonov já havia se planejado para o mercado de jatos de dois andares com uma versão de passageiros do AN-124.

Designando-o como AN-418, os soviéticos buscavam superar o Boeing 747 dos rivais norte-americanos durante as disputas da Guerra Fria. Enquanto o AN-124 decolava pela primeira vez em 1982 e entrava em serviço em 1986, o projeto do novo gigante de passageiros era planejado a partir de modificações do cargueiro.

A fuselagem seria alterada para a inclusão do segundo piso e das janelas e portas de emergências necessárias aos requisitos de transporte de passageiros, e adaptada para aguentar o dobro de pressurização.

O objetivo era um jato com capacidade de até 800 passageiros, e os planos indicavam que seu alcance chegaria a cerca de 10.000 quilômetros. Apesar disso, uma versão depois oferecida à companhia aérea russa Aeroflot levaria apenas 690 pessoas em três classes para este alcance de 10 mil km, ou 500 pessoas para um alcance maior de até 13 mil km.

Avião Antonov AN-124 Ruslan Volga-Dnepr
Antonov AN-124, a versão cargueira que voa até hoje

Os plano, entretanto, foram atrasados em função de uma preferência dada aos projetos de aviões de passageiros da também soviética Ilyushin, como o IL-96, de maneira que apenas em 1990 a Antonov inciou a construção de dois exemplares do AN-418 para testes, mas que acabaram não sendo levados adiante.

Já com a União Soviética chegando ao seu fim e com a Airbus desenvolvendo um jato muito mais eficiente, os dois aviões foram transformados na versão cargueira AN-124 e o projeto do novo modelo de passageiros foi abandonado para sempre.

A título de curiosidade, as medidas do Antonov AN-124 e do Airbus A380 são indicadas a seguir:

Comprimento
– AN-124: 69,1 metros
– A380: 72,7 metros

Envergadura
– AN-124: 73,3 metros
– A380: 79,7 metros

Altura
– AN-124: 21,1 metros
– A380: 24,09 metros

Com informações do GlobalSecurity.org

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Restaurantes do aeroporto do Galeão terão entrega de comida pelo IFood

0
O RIOgaleão fechou uma parceria com o aplicativo iFood, dando início à primeira operação de delivery em um aeroporto brasileiro.