Sem voos de passageiros, Antonov é fretado para levar 125 mil pacotes de correio

A crise do Coronavírus distorceu o setor a um ponto que um dos maiores aviões do mundo está fazendo algo inédito: o transporte de correios.