Aos funcionários, CEO da Delta diz que não tolerará ‘baixarias’ em seus aviões

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O CEO da Delta Air Lines, Ed Bastian, está impaciente com passageiros que perturbam nos voos e anunciou que a transportadora seguirá banindo permanentemente aqueles que desrespeitarem outros clientes ou tripulantes. Com isso, as medidas de banimento criadas na pandemia para aqueles que se recusam a seguir as regras sanitárias devem ser estendidas.

O The New York Post comentou sobre um memorando interno enviado aos funcionários, em que Bastian estabeleceu “a nova lei”. O executivo também ressaltou que a companhia aérea é a que mais baniu pessoas de seus voos, com uma lista que já chega a 800 nomes, por se recusarem a usar máscaras faciais obrigatórias durante as viagens.

“Saiba que respeito e civilidade para com os outros em nossos aviões, em nossos aeroportos, em nossos locais de trabalho e em nossa sociedade – mesmo quando temos diferenças de opinião – sempre foram uma exigência para nosso pessoal e nossos clientes”, escreveu Bastian. “Aqueles que se recusam a demonstrar civilidade básica para com nosso pessoal ou seus companheiros de viagem não são bem-vindos na Delta. Suas ações não serão toleradas e eles não terão o privilégio de voar em nossa companhia aérea nunca mais“.

“Por mais difícil que as coisas estejam neste momento, lembre-se que estamos cada vez mais próximos da recuperação devido ao seu trabalho árduo, dedicação e compromisso com os nossos valores. Obrigado, pois continuamos subindo juntos em 2021″, finalizou.

As medidas da Delta podem ser seguidas por outras empresas. Na semana passada, a própria FAA, que regula a aviação dos Estados Unidos, instituiu uma dura multa aos passageiros perturbadores, que pode chegar a US$ 35.000.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

China Eastern fecha primeiro pedido formal do Comac C919, o ‘A320ceo...

0
A China Eastern Airlines, o cliente lançador do jato COMAC C919, assinou um pedido firme com a fabricante de aeronaves estatal na segunda