Início Acidentes e Incidentes Após 50 min no ar e a 40 mil pés, Airbus A330...

Após 50 min no ar e a 40 mil pés, Airbus A330 faz descida emergencial e volta à origem

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O A330 retornando à origem

Um imprevisto durante um voo de um Airbus A330 levou os pilotos da aeronave widebody (de corpo largo) a efetuarem uma rápida descida emergencial para retorno de volta ao aeroporto de partida.

O avião envolvido no incidente, que ocorreu na madrugada deste sábado, 3 de abril (ainda tarde da sexta-feira, 2 de abril, no horário de Brasília), é o Airbus A330-200 cadastrado sob a matrícula 4R-ALS, operado pela empresa aérea SriLankan Airlines.

Dados da plataforma de rastreamento RadarBox mostram que o jato estava realizando o voo de número UL-1183 de Colombo, no Sri Lanka, para Karachi, no Paquistão, e mantinha o FL400 (40 mil pés de altitude) como nível de voo de cruzeiro sobre a Índia cerca de 50 minutos após a decolagem, quando então a tripulação iniciou uma descida rápida para o FL110 (11 mil pés).

O A330 iniciando a descida emergencial – Imagem: RadarBox

O nivelamento no FL110 aconteceu cerca de 7 minutos após deixar o FL400, portanto, a uma taxa média de descida bastante elevada, de 4100 pés por minuto, indicando uma possível emergência por falha na pressurização de cabine.

Em situações como essa, é necessário buscar o mais rápido possível uma altitude baixa em que a atmosfera externa não seja tão rarefeita, tendo assim quantidade adequada de oxigênio no ar para que não seja necessário permanecer utilizando o sistema emergencial de oxigênio da aeronave.

Após o nivelamento, a tripulação deu meia-volta e colocou a aeronave em direção a Colombo, porém, ainda subiu para o FL120 durante o percurso devido às montanhas perto de Kochi, na Índia.

Superado o terreno elevado, o Airbus A330 foi baixado para 10.000 pés de altitude até iniciar a descida e pousar com segurança na pista 22 de Colombo, cerca de 1 hora e 20 minutos após a descida emergencial e pouco mais de 2 horas após a decolagem.

Apesar do incidente, a aeronave voltou a decolar poucas horas depois para o mesmo voo, dessa vez completando sem intercorrências todo o trajeto na altitude correta.

Até a publicação desta matéria, não havia informações oficiais sobre qual teria sido o problema que levou à ocorrência, e nem se havia passageiros a bordo.

Mas, a aeronave, apesar de ser um modelo de transporte de passageiros, tem a inscrição “Cargo” em sua fuselagem desde que a SriLankan anunciou em junho de 2020 que alterou o interior de aviões de sua frota para transportar cargas, portanto, possivelmente tratava-se de um voo sem passageiros a bordo.

Avião Airbus A330-200 SriLankan Airlines Cargo
Imagem: SriLankan Airlines