Após 75 anos, marca Alitalia pode desaparecer para atender a pedido da UE

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Com 75 anos de idade e fortemente conhecida em todo o mundo, a Alitalia pode desaparecer enquanto marca a fim de atender a um pedido da Comissão Europeia. A condição está sendo colocada para que o plano de relançamento da empresa aérea com dinheiro público, seja aceito.

Citando uma carta publicada na revista L’Espresso, a agência de notícias Reuters informa que a UE pede ao governo italiano que inicie um processo de venda transparente, não discriminatória e incondicional, para se desfazer dos ativos da Alitalia, de modo que não exista a possibilidade da antiga operadora vender seus pertences à nova em uma negociação privada. Um desses ativos é a marca ALITALIA.

A UE ainda estaria pedindo que os negócios de carga e de manutenção da empresa sejam vendidos em lotes separados e para compradores diferentes.

O não-atendimento das exigências da UE pode levar ao bloqueio do aporte de mais de 3 bilhões de euros do governo italiano e culminar na derrocada da empresa aérea, que emprega mais de 11.000 pessoas, mas que já anunciou que teria um quadro reduzido pela metade em sua nova operação.

Nenhuma das partes comentou o caso.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião que levará armas de baixa letalidade para o Congo pousa...

0
No dia de ontem (26), publicamos com exclusividade a informação sobre uma operação especial da empresa aérea bielorrussa Rada Airlines