Após apoiar eleição de Biden, Comandante Sully é indicado para a ICAO

O comandante de avião mais famoso do mundo, Sully Sullenberger, foi indicado por Joe Biden como embaixador dos EUA na ICAO, organização da ONU para a aviação civil.

Joe Biden e Sully Sullenberger © Gage Skidmore

Desde fevereiro do ano passado, praticamente um ano antes da posse de Joe Biden, Sully já apoiava abertamente o candidato democrata à presidência. Inclusive, os dois estiveram juntos em eventos e Sully foi usado como uma ponte de Biden para falar com o eleitorado militar e também da aviação.

Sully ficou famoso mundialmente após conseguir pousar um Airbus A320 no Rio Hudson, em Nova Iorque, após o jato perder a potência de ambos os motores devido à ingestão de pássaros por ambos os motores. A sua história virou até um filme interpretado por Tom Hanks e dirigido por Clint Eastwood.

Desde o acidente, Sully não voou mais comercialmente, tendo se aposentado da cabine mas continuando como uma voz ativa na aviação, cobrando por mais segurança de voo, requisitos maiores para pilotos comerciais e também defendendo a categoria.

Por vezes, “Sully do Hudson” como também é conhecido nos EUA, foi convidado ao congresso para dar sua opinião em regulamentações da aviação. Ele chegou, inclusive, a criticar um jornalista que pôs a culpa dos acidentes do Boeing 737 MAX nos pilotos.

Agora, ele foi indicado por Biden para ocupar a cadeira dos EUA no Conselho da ICAO, que é o órgão da ONU para Aviação Civil, segundo reporta a Forbes.

Dos 193 membros da ICAO, apenas 36 tem cadeira no Conselho, inclusive o Brasil que é representado por Norberto Moretti, diplomata de carreira no Itamaraty. A indicação de Biden ainda terá que ser aprovada pelo Congresso, que faz uma sabatina antes de dar o “OK” para o novo membro. Se aprovado, Sully substituirá Chuck Ashley, diplomata de carreira americano que está na missão na ICAO desde 2019.

Dentre as funções dos conselheiros, está representar o país na ICAO, ajudar a definir novas diretrizes de segurança e promover a aviação de sua nação a nível global.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias