Após queda do Antonov, empresa é suspensa e não pode mais voar

As autoridades ucranianas revogaram o certificado de operação da companhia aérea Ukraine Air Alliance, após o acidente fatal no pouso de emergência por falta de combustível envolvendo um Antonov An-12 em Lviv, na semana passada.

Acidente Antonov An-12 Lviv Ucrânia

Segundo o Flight Global, a administração de aviação do país diz que a ordem para “rescindir” o certificado entrou em vigor a partir de 5 de outubro.

A autoridade não deu um motivo específico para a decisão, mas ela ocorreu logo após o acidente de 4 de outubro, que matou cinco dos oito ocupantes do An-12.

O Antonov caiu perto da pista de Lviv, a poucos segundos do pouso que faria para reabastecimento na rota de Vigo, na Espanha, para Istambul, na Turquia.

Acidente Antonov An-12 Lviv Ucrânia

A Ukraine Air Alliance não aparece mais no registro de operadores da administração, que foi revisado em 7 de outubro.

A Agência de Segurança da Aviação da União Européia também retirou a companhia aérea da lista de países terceiros autorizados a voar em seu espaço aéreo, de acordo com o registro recém-atualizado da agência.

Os reguladores ucranianos iniciaram um programa de assistência técnica, em cooperação com a OACI (Organização da Aviação Civil Internacional), destinado a melhorar a certificação e a supervisão das operações de voo no país.

Veja mais informações e fotos do acidente da última sexta-feira:

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.