Após ser desmontado, Boeing 747-400 da British Airways vira chaveiro

Um dos Boeings 747-400 aposentados pela British Airways ganhou uma vida pós-morte diferenciada. Não será museu, restaurante ou parque de diversões. A aeronave matrícula G-CIVM, que fez seu último voo comercial em março deste ano, foi desmontada e suas partes transformadas em chaveiros voltados para os amantes da  aviação.

Os acessórios começarão a ser vendidos na semana do dia 26 de outubro, em edição limitada, no site partofaplane.com, famoso no Reino Unido por oferecer tags de bagagem e chaveiros feitos da fuselagem da diversos modelos de aeronaves, de MD-82 até A380, incluindo aviação geral e comercial. O interessado pode escolher até mesmo uma aeronave específica, a partir do número da matrícula do equipamento de origem.

Os itens são fabricados à mão na Alemanha e o histórico do material pode ser rastreado até a entrega original da aeronave, segundo a loja. Cada tag ou chaveiro tem um número de edição limitado. Dependendo da aeronave, cada peça  difere em textura, espessura do material e cor. “Pequenos arranhões, descamação da pintura e saliências são completamente normais e o que torna cada etiqueta tão especial”, informa o fabricante, Luke Franklin, no site da empresa.

Divulgação feita em rede social de uma parceira da loja britânica

O primeiro voo do B747-400 G-CIVM da British Airways foi em 27 de maio de 1997 e o último em 15 de junho de 2020, quando foi para a área de desmanche. Ele foi desmontado em setembro, no campo de aviação em  Kemble, Gloucestershire, no interior da Inglaterra, onde várias aeronaves da companhia estão  se tornando sucata. Em julho deste ano, o jumbo estava na fila à espera do desmonte, em uma triste imagem que registrou dezenas de 747-400s no aeródromo inglês.

Aqui no AEROIN, você acompanhou um caso curioso ocorrido dentro do G-CIVM, quando uma arma carregada foi encontrada no lavatório da aeronave, poucas semanas antes da aposentadoria. A British Airways encerrou definitivamente as operações com a “Queen of the Skies” em 8 de outubro de 2020.

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias