As aposentadorias de aviões clássicos previstas para 2020

Para a tristeza dos amantes da aviação, este ano será marcado por algumas aposentadorias de diversos aviões clássicos de companhias aéreas grandes e pequenas.

Aviões Clássicos A340
Airbus A340 é um dos que está entrando na fila da aposentadoria

A lista não é pequena e contempla aviões clássicos de todos os tipos e empresas aéreas de todos os tamanhos. O único “padrão” em nossa lista é que ela contempla empresas europeias em sua maior parte, as quais são pressionadas a diminuir as emissões de carbono e, logo, operarem com aeronaves mais modernas e eficientes.

1) Airbus A310 da Air Transat

© Mark Harkin

Airbus A310 e Canadá fazem uma grande combinação. O pequeno “gordinho” da Airbus serviu fielmente na Canadian Airlines, Canada 3000, Wardair e, atualmente, está em serviço na Real Força Aérea Canadense e na Air Transat, que o aposenta em abril. O último voo será realizado no dia 27 do mês em questão, no bate volta entre Québec e Paris.

2) Airbus A340 da Virgin Atlantic

Avião Airbus A340-600 Virgin Atlantic
Airbus A340-600 – Imagem: Virgin Atlantic

A era dos quadrijatos está realmente chegando ao fim. A Virgin, após postergar a aposentadoria do quadrijato devido a problemas no moderno 787, irá finalmente retirar de serviço o Airbus A340-600 no final do março.

O último voo será entre Nova Iorque (JFK) e Londres (LHR) em 28 de março, marcando o fim do A340 na companhia britânica, que já operou 19 aeronaves do maior modelo -600 e 10 do menor, o -300.

3) Boeing 747 da Qantas

Avião Qantas Boeing 747
Boeing 747-400 da Qantas

Outro quadrijato e, dessa vez, mais icônico ainda irá se aposentar neste ano: o Boeing 747 do Canguru. Apesar de não ter data exata definida, será no final de 2020 segundo a própria Qantas.

O jato operou até recentemente para Santiago do Chile e, para muitos brasileiros, foi a maneira mais fácil de chegar à Austrália. No Brasil ele nunca operou regularmente, mas já nos visitou algumas vezes, voando para Manaus, Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro em tours da operadora de turismo de luxo Captain’s Choice.

4) Mcdonnell Douglas MD-11 da Lufthansa Cargo

MD-11F Aviões Clássicos

Outro clássico que teve sua aposentadoria antecipada foi o trijato cargueiro da Lufthansa. Ele é figurinha carimbada nos principais aeroportos de carga no Brasil, mas nos deixa esse ano.

Está sendo substituído pelo Boeing 777F, mas a Lufthansa já considera uma futura versão cargueira do Airbus A350XWB. Também não tem data definida para o último voo, mas será neste ano.

5) Boeing 737 Classic da Air Baltic

Boeing 737 Aviões Clássicos
Boeing 737-300 da Air Baltic © Clément Alloing

Este é um dos aviões clássicos até no nome e é raro de se ver numa grande companhia nacional como a Air Baltic, da Letônia. Restam apenas três Boeings 737-300 na frota da empresa atualmente.

Eles são parte da série Classic do famoso 737, que também é composta pelo 737-400 e -500, este último também voou na Air Baltic e foi aposentado em 2018. Todos os 737 Classic da empresa estão sendo substituídos pelos Airbus A220-300 (antigo Bombardier CS300).

Uma data para o último voo dos 737-300 não foi fixada, mas será apenas após o fim do verão europeu (agosto).

6) Bônus: Airbus A340 da Aerolíneas Argentinas

Esta aposentadoria foi um tanto quanto polêmica e resultou numa queda de braço com associações sindicais do país vizinho, já que o avião não será substituído e podem ocorrer demissões. Segundo a empresa, o último voo ocorreu no dia 17 de fevereiro, de Madri para Buenos Aires, porém, até onde se sabe os aviões continuam em Buenos Aires e não foram vendidos ou devolvidos ao lessor.

E você leitor, já teve a oportunidade de voar em algum destes aviões clássicos que vão ser aposentados neste ano? Lembra de algum outro?

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Com pesadas multas, número de confusões em aviões tem queda, mas...

0
Após diversas multas pesadas e sansões contra passageiros desordeiros, a FAA registrou uma diminuição no número de ocorrências.