Argentina Flybondi já voa para 12 destinos ao estrear no aeroporto Aeroparque

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Depois de ficar proibida operar a partir de sua base no aeroporto de El Palomar, cujas operações estão suspensas por determinação do governo argentino em função da pandemia, a Flybondi, a primeira companhia aérea de baixo custo da Argentina, começou ontem, 1º de abril, a voar partindo do Aeroporto Internacional Jorge Newbery, o Aeroparque, para todos os seus destinos nacionais.

Por seu modelo de baixo custo, a empresa operava no El Palomar para ter menores custos em relação aos aeroportos Ezeiza e Aeroparque, mas, diante do fechamento de seu hub, não teve escolha a não ser utilizar Ezeiza a partir de dezembro de 2020 para voltar a voar e sobreviver.

Agora, com a reabertura do aeroporto central de Buenos Aires após a reforma da pista, os voos em Ezeiza foram encerrados e a primeira operação chegou de Bariloche ao Aeroparque às 11h50 no dia 1º, com 180 passageiros. Na sequência, prosseguiu com a primeira decolagem rumo a Santiago del Estero às 12h40, com uma ocupação de 85%.

Durante o resto do dia, a companhia aérea ainda voou de sua nova base para Bariloche, Tucumán, Iguaçu, Jujuy e Mendoza, e continuará ampliando os destinos nos próximos dias.

“Estamos muito felizes pela nossa chegada ao Aeroparque, é uma boa notícia para os nossos passageiros e para toda a equipe. Os meses de verão foram muito encorajadores para a Flybondi: fomos a companhia aérea com melhor nível de ocupação do país e excelente pontualidade, aplicando um rígido protocolo de saúde para proporcionar a maior tranquilidade nas viagens”, destacou Mauricio Sana, CEO da empresa.

“Uma vez instalados no Aeroparque, queremos nos concentrar em continuar a aumentar nossa frota e frequências para os destinos que voamos atualmente. Este aeroporto nos permite manter um forte compromisso com a conectividade do país e poder oferecer aos clientes uma experiência de viagem simples e próxima, com as tarifas mais convenientes do mercado”, completou o CEO.

Do Aeroparque, a Flybondi agora se conecta com seus 12 destinos domésticos e com as seguintes frequências por cidade:

  • Bariloche: 10 frequências semanais
  • Córdoba: 5 frequências semanais
  • Iguazú: 3 frequências semanais
  • Jujuy: 4 frequências semanais
  • Salta: 4 frequências semanais
  • Corrientes: 3 frequências semanais
  • Mendoza: 3 frequências semanais
  • Posadas: 3 frequências semanais
  • Tucumán: 3 frequências semanais
  • Santiago del Estero: 2 frequências semanais
  • Trelew: 2 frequências semanais
  • Neuquén: 2 frequências semanais

Atualmente, a companhia possui uma frota de 2 aeronaves Boeing 737-800 NG e deverá ampliá-la com mais duas aeronaves no segundo semestre de 2021, de acordo com o comportamento da demanda.

Além dos 12 destinos nacionais, informa que começará a voar para seus destinos regionais (Brasil e Paraguai) a partir de julho de 2021.

Durante os meses de janeiro, fevereiro e março de 2021, a Flybondi diz ter sido a companhia aérea com melhor nível de ocupação para seus voos na Argentina, com 88%, 91% e 93%, respectivamente, enquanto sua pontualidade em janeiro foi de 84%, em fevereiro 91% e em março 93%.

Informações da Flybondi

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

‘Meu sonho é que todas as promoções da empresa venham de...

0
Na mais recente edição do podcast "Conversa Azul", publicada na semana passada pela Azul no Spotify, o tema foi a Associação Voar