Argentinas Flybondi e Aerolíneas organizam a volta dos voos ao Rio de Janeiro

Desde março passado, Buenos Aires e Rio de Janeiro estão sem conexão aérea devido às suspensões causadas pela pandemia Covid-19. Na época, Aerolineas Argentinas, Emirates, Flybondi, GOL Linhas Aéreas e LATAM Brasil operavam entre as duas cidades. Atualmente, apenas uma das cinco empresas pretende operar essa rota novamente, enquanto a Emirates já anunciou há alguns meses que não vai voltar para o Rio de Janeiro e Buenos Aires.

Um levantamento do parceiro Aviacionline mostra para quando está previsto o retorno dos voos na rota entre a capital portenha e a Cidade Maravilhosa:

Aerolíneas Argentinas

A Aerolineas Argentinas terá duas frequências semanais a partir de 12 de novembro. As operações serão realizadas no Boeing 737-800, com capacidade para 170 passageiros, às quintas-feiras e domingos. Segundo a programação constante do site da companhia aérea, os voos serão realizados de manhã e à tarde, dependendo do dia.

Por enquanto, o cronograma para o mês de dezembro da rota Buenos Aires – Rio de Janeiro da Aerolineas Argentinas não foi confirmado. Veremos se novas informações sobre ele serão conhecidas mais adiante.

Flybondi

Em março passado, Flybondi realizou sua última operação regular entre Buenos Aires e o Rio de Janeiro. Na época, as operações eram realizadas quatro vezes por semana em Boeing 737-800, com capacidade para 189 passageiros. A low cost argentina planejava retomar voos a partir de dezembro, mas decidiu adiar o reinício das operações internacionais.

Pelo sistema de reservas, a Flybondi retomará as operações entre El Palomar e Rio de Janeiro a partir de 2 de abril de 2021. A low-cost terá quatro voos semanais entre as duas cidades.

Segundo a programação, os voos serão realizados às segundas, quartas, sextas e domingos chegando e partindo do Rio de Janeiro no período da manhã.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias