Início Vídeos A arremetida do enorme Boeing 747 em Guarulhos, após falta de separação...

A arremetida do enorme Boeing 747 em Guarulhos, após falta de separação de tráfego

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A admiração do Boeing 747 é quase uma unanimidade na aviação, seja por sua relevância na evolução da história da aviação ou pela beleza e imponência de seu design. E assim sendo, é sempre um prazer para a maioria dos muitos admiradores acompanhar operações do “Jumbo Jet”, especialmente quando envolvem belas cenas, como a vista na arremetida de um deles na última quinta-feira, 27 de maio, no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP). Veja a seguir o vídeo e, logo abaixo, entenda o que aconteceu.

A gravação que você assistiu acima foi publicada pelo canal “SBGR” do YouTube neste sábado, 29 de maio, após a cena ter sido registrada na quinta-feira em sua transmissão ao vivo, que é efetuada 24 horas por dia em todos os 7 dias da semana.

O Jumbo da imagem é o Boeing 747-400F de matrícula N415MC, operado pela companhia aérea americana Atlas Air, que chegava de Miami no voo cargueiro de número GTI-8052, realizado todas as quintas-feiras e domingos, com pouso no Aeroporto de Guarulhos sempre no início da tarde.

O grande cargueiro fazia sua aproximação para pouso na pista 27L do GRU Airport pouco depois das 12h40 do horário local, porém, por motivo de falta de separação suficiente em relação à aeronave que pousava antes dele, precisou efetuar a arremetida quando estava a cerca de 2.700 pés de altitude, conforme registros de radar.

O momento do início da arremetida do Jumbo – Imagem: FlightRadar24

Como é possível ouvir na gravação das comunicações de rádio do vídeo (em inglês), a instrução de arremetida foi dada ao piloto pelo controlador de tráfego aéreo, dizendo “Giant 8052, não há separação, arremeta…arremeta”.

Imediatamente após a instrução, nota-se o Boeing 747-400F alterando sua atitude para começar a subir, seguindo-se da cena do recolhimento do conjunto de trens de pouso.

Vale destacar que, embora o termo “arremetida” seja interpretado por muitas pessoas como algo perigoso, na verdade, trata-se de um procedimento padrão da aviação e com objetivo exatamente oposto, de dar mais segurança à operação, como neste caso, em que não seria seguro prosseguir com o pouso tão próximo à aeronave da frente.

Após a arremetida, o Jumbo da Atlas Air circulou e em cerca de 10 minutos já fazia nova aproximação, dessa vez até o pouso definitivo pela mesma pista 27L.

Veja a seguir mais um belo vídeo de um Boeing 747-400F pousando no Aeroporto de Guarulhos, em outra data anterior, dessa vez sem arremetida:

Sair da versão mobile